Em dia de caos no Rio de Janeiro por conta dos ataques orquestrados por grupos de milicianos em alguns pontos da cidade, o Evanescence subiu ao palco do Qualistage, na Barra da Tijuca, nesta segunda-feira (23) e confirmou mais uma vez que está em uma das melhores fases de sua carreira.

Com a casa lotada, a banda da cantora Amy Lee, acompanhada por Troy McLawhorn (guitarra), Tim McCord (guitarra), Emma Anzai (baixo) e Will Hunt (bateria), fez um show para nenhum fã botar defeito.

Antes do grupo americano, quem abriu a apresentação foi a ótima Ego Kill Talent, banda brasileira que hoje tem como vocalista Emmily Barreto, conhecida pelo trabalho com o Far From Alaska.

O grupo iniciou seu show pouco antes do relógio marcar 21h e empolgou a plateia, que conseguiu chegar cedo apesar da tensão do lado de fora. Muito competentes, Emmily e companhia apresentaram sucessos como “Sublimated” e “Last Ride”, além das novidades “Call Us By Her Name” e “Finding Freedom”, sendo muito bem recebidos pelos fãs da atração principal.

O Evanescence não demorou muito para surgir em cena e o público, que não via a banda ao vivo desde 2012, vibrou bastante com sua entrada no palco, por volta das 22h. A primeira música do setlist foi a ótima “Broken Pieces Shine”, do recente álbum The Bitter Truth (2021), que, inclusive, dá nome à turnê.

Na sequência, Amy cantou “What You Want”, faixa presente no disco Evanescence (2011), e “Going Under”, hit do álbum de estreia Fallen (2003) que fez a plateia explodir pela primeira vez. Quando todo mundo ainda recuperava o fôlego, a banda executou a nova “Take Cover” e emendou no medley de “Lose Control”, “Part of Me” e “Never Go Back”.

Evanescence no Rio de Janeiro

Logo depois, veio a catártica “Call Me When You’re Sober”, do álbum The Open Door (2006), e a excelente “Wasted On You”, ambas cantadas a plenos pulmões pelos fãs, que seguiram cantando bem alto com “Lithium”.

Entre elas, Amy, que se movimentava freneticamente pelo palco e encantava a todos com sua voz limpíssima, conversou com a plateia e, sob fortes aplausos, agradeceu por estar ali presente com todos os fãs:

Esse exato momento aqui, agora, é perfeito. Não existe nenhum outro local na Terra que a gente preferiria estar, a não ser aqui e agora com vocês. Vamos curtir esse momento até o final.

Mais para frente, o Evanescence fez o medley de “Haunted”, “My Last Breath”, “Cloud Nine”, “Everybody’s Fool”, “Weight of the World” e “Whisper”, deixando os fãs em estado de grito por mais de dez minutos. Antes de “Use My Voice”, Amy fez um discurso inflamado sobre a necessidade de não nos escondermos perante as dificuldades da vida:

Se você tem esperança de que as coisas podem melhorar, de que elas podem mudar, de que o amor pode vencer, brigue por isso! Não guarde lá dentro, não jogue pelo seguro, todos nós estamos nessa juntos! Nós somos poderosos, vocês são poderosos, o amor é poderoso! Se agarre à sua esperança, use sua voz!

“Bring Me To Life” marcou o encerramento do show

A reta final da apresentação, que durou cerca de 1h30, contou com “Blind Belief”, “My Immortal”, seguida pelo pequeno trecho que Amy canta em português, como aconteceu no show de São Paulo, e “Bring Me To Life”, que, sob chuva de serpentina, encerrou a apresentação da melhor forma possível.

Impressionados com a dedicação dos fãs, os integrantes do Evanescence permaneceram no palco por um tempo cumprimentando e jogando acessórios como palhetas e baquetas. Amy, visivelmente feliz e satisfeita, também fez questão de parar e registrar na memória aquela catarse por mais alguns segundos.

Depois de passar por Curitiba, São Paulo e Rio de Janeiro, o Evanescence segue para Belo Horizonte, onde se apresentará nesta quarta (25) e quinta-feira (26). A turnê do grupo pelo país será encerrada em Recife, no estado de Pernambuco, no próximo sábado (28).

LEIA TAMBÉM: “Eu era tão jovem”: ao TMDQA!, Amy Lee fala sobre os 20 anos de “Fallen” e reencontro do Evanescence com o Brasil

Evanescence no Rio de Janeiro – fotos e setlist

Setlist:

1. “Broken Pieces Shine”
2. “What You Want”
3. “Going Under”
4. “Take Cover”
5. “Lose Control”/ “Part of Me”/ “Never Go Back”
6. “Call Me When You’re Sober”
7. “Wasted on You”
8. “Lithium”
9. “Far From Heaven”
10. “Imaginary”
11. “Better Without You”
12. “End of the Dream”
13.”Haunted”/ “My Last Breath”/ “Cloud Nine”/ “Everybody’s Fool”/ “Weight of the World”/ “Whisper”
14. “Use My Voice”
15. “Blind Belief”
16. “My Immortal”
17. “Bring Me to Life”

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! BRASIL

Música brasileira de primeira: MPB, Indie, Rock Nacional, Rap e mais: o melhor das bandas e artistas brasileiros na Playlist TMDQA! Brasil para você ouvir e conhecer agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!