Ian Watkins, ex-vocalista do Lostprophets preso por abuso infantil
Fotos via Wikimedia Commons

Ex-integrante da banda Lostprophets e responsável por crimes verdadeiramente horríveis, o vocalista Ian Watkins foi esfaqueado por prisioneiros da cadeia de Wakefield, em West Yorkshire, na Inglaterra, e está hospitalizado.

Atualmente cumprindo sua pena de 29 anos em regime fechado por uma série de crimes sexuais, incluindo abuso infantil, Watkins foi atacado e feito de refém por três ocupantes da prisão neste sábado (5).

De acordo com a NME, ele foi encontrado cerca de seis horas depois por guardas do local e libertado, sendo levado a um hospital.

Ex-vocalista do Lostprophets não corre risco de morte

Em um primeiro comunicado, o porta-voz da prisão de Wakefield informou que o incidente “está sendo investigado” e não deu mais detalhes sobre o que aconteceu.

Depois, no entanto, outro comunicado foi emitido confirmando o ataque a um prisioneiro que foi levado ao hospital ainda no sábado (5). A mensagem afirmava ainda que Ian não corre risco de morte após as lesões, e garante que a investigação continua acontecendo para entender o caso.

Até a publicação desta matéria, Watkins segue hospitalizado.

Crimes de Ian Watkins

Famoso com sua banda nos anos 2000, especialmente pelo disco Liberation Transmission (2006) e o hit “Rooftops (A Liberation Broadcast)”, Ian Watkins foi preso em 2013 depois de se declarar culpado de 13 crimes sexuais.

A lista de crimes do ex-vocalista traz diversas instâncias de abuso infantil, incluindo até mesmo a tentativa de estupro de um bebê e três ocasiões de abuso sexual envolvendo crianças. Watkins ainda foi condenado por posse de imagens pornográficas de crianças e de atos sexuais com animais.

Um dos casos mais bizarros da história, Ian chegou a ser denunciado por uma ex-namorada, Joanne Mjadzelics, já em 2010; outros relatos mostram que reclamações contra o músico surgiram desde 2008, sempre apontando para o fato de Watkins ter em sua posse imagens pornográficas envolvendo crianças.

O músico só foi preso pela primeira vez em 2012 por conexão com o tráfico de drogas, sendo inclusive liberado após o pagamento de fiança. Apenas no ano seguinte a polícia do País de Gales conectou todas as acusações e sentenciou Ian Watkins.

De acordo com o julgamento da época, o vocalista chegou a manipular as mães das crianças até mesmo através de mensagens de texto para realizar seus desejos sexuais.

Ian continuou recebendo cartas de fãs na prisão e, em 2017, chegou a ser acusado novamente de tentar manipular uma mãe para cometer crimes novamente. O filho da mulher de 21 anos foi levado pelas autoridades após estas serem alertadas sobre o caso.

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! BRASIL

Música brasileira de primeira: MPB, Indie, Rock Nacional, Rap e mais: o melhor das bandas e artistas brasileiros na Playlist TMDQA! Brasil para você ouvir e conhecer agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!