Courtney Love NME Awards
Reprodução/YouTube

A gente te contou aqui que a cerimônia de indução do Hall da Fama do Rock acontecerá em Maio e Courtney Love apontou o dedo em direção aos membros da organização que homenageia os grandes artistas da música.

A cantora compartilhou um tuíte da autora Jessica Hopper e acrescentou algumas estatísticas para reforçar o quanto o Hall da Fama ainda falha quando o assunto é representatividade feminina.

Jessica, inicialmente, respondeu a um artigo do Music Connection cuja chamada dizia: “Hall da Fama do Rock & Roll celebra as mulheres que fazem rock”. Na postagem, a escritora observou (via Loudwire):

Será que fazem isso mesmo? 719 indicados para o Hall da Fama do Rock e apenas 61 são mulheres. Isso é 8,48%. Vamos lá Hall da Fama do Rock, é MUITO SINISTRO, CARA quando você está com números piores do que o de mulheres em rádios de Country (10%) e mulheres headliners em grandes festivais de música (13%).

A publicação atraiu a atenção de Love, que mostrou alguns dados e ainda compartilhou uma de suas mensagens de texto para Dave Grohl quando foi feito o anúncio da indução do Foo Fighters no Hall da Fama do Rock:

Jessica Hopper FEZ AS CONTAS. 37 anos de existência e as mulheres representam 8,48% dos 719 indicados. Veja a mensagem para o [Dave] Grohl. A ELIGIBILIDADE do Hall da Fama é 25 anos após o primeiro lançamento. O Foo Fighters foi indicados quatro segundos depois. Nina Simone & Carole King [foram indicadas] 30 anos [depois] #conserteohalldafamadorock.

A mensagem para Grohl diz:

Divirta-se no Rock Hall, Dave. Certifique-se de guardar os lugares de Tina Turner e Carole King, ambas elegíveis há mais de 30 anos cada.

Vale lembrar que Nina Simone foi introduzida no Hall da Fama do Rock apenas em 2018, mesmo sendo elegível desde 1984. Já Tina Turner e Carole King foram introduzidas em 2021, o mesmo ano em que o Foo Fighters foi homenageado.

É de se pensar, realmente. Confiras as publicações no Twitter ao final da matéria!

Hall da Fama do Rock 2023

Em 2023, muitas artistas podem aumentar a representatividade das mulheres no Hall da Fama do Rock. Entre elas estão Kate Bush, Sheryl Crow, Missy Elliott, Cyndi Lauper, Meg White (The White Stripes) e Gillian Gilbert (New Order).

Aliás, 8 dos 14 potenciais indicados estão na votação do Hall da Fama do Rock pela primeira vez. Somente dois deles, Missy Elliott e The White Stripes, estão em seu primeiro ano de elegibilidade.

LEIA TAMBÉM: Courtney Love compara Lana Del Rey a Kurt Cobain: “únicos gênios”

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! BRASIL

Música brasileira de primeira: MPB, Indie, Rock Nacional, Rap e mais: o melhor das bandas e artistas brasileiros na Playlist TMDQA! Brasil para você ouvir e conhecer agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!