Pabllo Vittar em

Se você acompanha a carreira de Pabllo Vittar, muito provavelmente conhece o hit “Bandida”, parceria com Pocah que foi divulgada como parte da edição deluxe do disco 111.

Acontece que, apesar de todo o sucesso da canção, ela sofreu uma espécie de censura no YouTube por conta de seu título e passou a ter um asterisco no lugar do último “a” da palavra. O episódio foi relembrado por Pabllo em uma nova publicação, na qual traçou uma comparação entre o que viveu e o que está acontecendo agora com o cantor Zé Felipe:

Vocês lembram quando eu lancei ‘Bandida’ e o YouTube me restringiu fazendo eu colocar um asterisco no final de ‘Bandida’? Então, o Zé Felipe acabou de lançar uma música que chama ‘Bandido’. Uma música legal. Só que o YouTube não restringiu ele. Tá escrito lá ‘Bandido’, com todas as letras.

Eu só fico muito triste quando eu vejo essa discrepância, já que as diretrizes do YouTube são iguais para todos. Por que comigo sempre é assim, sabe? É só um desabafo mesmo. Acabei de ver um tweet no Twitter falando disso e, às vezes, fica parecendo que as pessoas estão pegando no nosso pé, né? Mas isso só dá mais força pra gente conseguir fazer nossos trabalhos. Mas isso me entristece muito. Muito, muito mesmo.

Vale lembrar que os fãs de Vittar até lançaram a campanha “Bandida sem censura” em 2021, já que o alcance da música foi bastante diminuído depois da restrição do título. Você pode conferir o desabafo de Pabllo abaixo, bem como um tweet da drag em que ela pede “liberdade” à sua canção.

Pabllo Vittar desabafa sobre restrição a “Bandida” no YouTube

AMAZON MUSIC UNLIMITED

Você pode ouvir esse e outros artistas no Amazon Music Unlimited. Clicando aqui, você ganha 3 meses para curtir o app de graça!

 

Compartilhar