Mark Knopfler, do Dire Straits, em 2015
Reprodução/YouTube
   

Apesar de não existir mais há décadas, o Dire Straits está imortalizado na história da música em grande parte graças ao mega sucesso “Sultans of Swing”, um dos hits mais improváveis do Rock que colocou Mark Knopfler e seus companheiros de banda no mapa.

Em 2015, o lendário guitarrista e vocalista participou de um programa de TV na Suécia e, com apenas um violão na mão, falou sobre sua técnica tão única e como a desenvolveu. Segundo ele, tudo começou porque ele não tinha dinheiro para uma guitarra e, por influência de pessoas próximas, passou a aprender a tocar Folk.

Ele explica, então, que o estilo tinha diversas regras como, por exemplo, usar o dedão para tocar as cordas mais graves do instrumento e os outros dedos para as mais agudas. O segredo de seu som único, entretanto, é justamente que ele resolveu quebrar as regras e passar a inverter as posições, por exemplo.

Na entrevista, Mark ainda exemplifica essa situação ao contar que compôs “Sultans of Swing” no violão — inclusive em uma afinação totalmente diferente, da qual ele nem se lembra mais. Ele explica que é essa técnica que traz a harmonia impactante, já que permite que ele toque três cordas de uma vez com “movimento”, fazendo com que “todas elas cantem”.

Por fim, questionado pelo apresentador do programa se sente falta da época de Dire Straits, Knopfler revela que há, sim, saudades de alguns aspectos. No entanto, deixa claro: é preciso ter uma “obsessão” com esse sonho para que ele dê certo, já que os momentos difíceis são muitos.

Veja esse trecho do programa na íntegra pelo vídeo abaixo!

Mark Knopfler e o segredo de “Sultans of Swing”