Crédito: Ana Alexandrino
 

O cantor, compositor e guitarrista Saulo Duarte lançou nas plataformas digitais a música “Lumina”, que traz a participação de Luedji Luna e dos metais do Bixiga 70.

A faixa leva o título do EP do artista, que será lançado pela YB Music no dia 9 de Julho.

“É uma canção muito especial para mim porque traduz um sentimento de respeito e gratidão à vida, de que toda forma de afeto pode ser amor. Fala da importância da nossa ancestralidade, de saber quem fomos, quem são nossos ancestrais, para saber quem somos,” diz Saulo.

A canção chama Lumina, que é o mesmo nome do EP, porque ela simboliza bem a energia desse trabalho. É o nível etérico por excelência, pura luz, sendo assim é a integração de tudo o que a letra diz e quer dizer.

“‘Lumina’ é uma canção luminosa, foi um prazer gravar. Super me identifiquei com o tema, além de ficar com ela na cabeça por uns dias após ter gravado. Hit!,” afirma Luedji.

Riso do Abismo

Riso do Abismo
foto: reprodução

A banda goiana Riso do Abismo lançou nas plataformas de streaming a canção “Gato Negro”.

Considerada a música mais progressiva do grupo, com quase sete minutos, a faixa é inspirada no conto homônimo de Edgar Allan Poe, que narra, de forma fantasiosa, um assassinato e, de maneira subjetiva, aborda a síndrome da culpa.

“Eu diria que é uma música para ouvir naquele momento de preparo, quando você está refletindo o que vai fazer. Ela une energia e sentimento,” afirma o baterista Luís Feitoza.

“Homenagear um autor tão fascinante em um trabalho do qual você se orgulha é a realização de um sonho, por isso considero a música um brinde à alma imortal de Edgar Allan Poe,” comenta o vocalista Thiago Victório.

Com referências que passam por Secos e Molhados, Pink Floyd, Radiohead e Nação Zumbi, a Riso do Abismo também é formada pelo guitarrista Lucas Castro e pelo baixista Victor Brasil.

Gabriê

Gabriê
foto: reprodução

A cantora e compositora Gabriê divulgou no YouTube o clipe do single “Algo Não Encaixa Mais”.

O clipe em preto e branco, dirigido por Géssica Castro a partir do roteiro escrito pela própria artista junto com Andressa Silva, foca na dança e na arte cênica.

Quem aparece nas cenas ao lado de Gabriê é a atriz e dançarina porto-velhense Andressa Silva.

“Quando imaginei o clipe, automaticamente vinham cenas de dança na minha cabeça, mesmo eu não sabendo dançar (risos). Decidi quebrar essa barreira e me aventurar no universo da dança. Tive a sorte de encontrar a Andressa (atriz e dançarina do clipe) e criamos uma conexão muito intensa durante esse processo. A coreografia que ela criou ficou muito próxima do que eu tinha imaginado, mesmo sem ter conseguido explicar detalhadamente. Foi conexão mesmo,” afirma a cantora.

“Algo Não Encaixa Mais” integra o álbum Até Onde Eu Posso Chegar, que deve ser lançado ainda neste ano.

“Essa música é uma libertação. É sobre perceber e aceitar o fim. Entender que nem sempre existe um culpado, uma vítima ou um vilão. E sim, uma situação insustentável, um ciclo que precisa ser fechado para as duas pessoas que estão ali, cegamente, por passado que um dia foi bom, mas que não tem mais futuro,” conta Gabriê, que faz parte da comunidade LGBTQIA+.