Steel Panther toca durante a pandemia
Reprodução/MetalSucks
 

Steel Panther, uma banda de Heavy Metal dos EUA que evoca o espírito Glam dos Anos 80 com letras sobre sexo, drogas e Rock and Roll, achou que seria uma boa ideia fazer três shows na Flórida em plena crescente de casos de COVID-19.

O grupo tocou nos dias 17, 18 e 19 em Orlando, St. Petersburg e Fort Myers e foi acompanhado pelo Black Stone Cherry, outra banda do gênero que ignorou todas as recomendações das autoridades de saúde.

Vídeos publicados originalmente pelo MetalSucks e disponíveis abaixo mostram que as regras de distanciamento social não foram cumpridas e poucas pessoas do público utilizaram máscaras, o que certamente colabora para a disseminação da doença e dificulta ainda mais o retorno efetivo da indústria da música.

Mais ainda, a foto de capa da matéria é um atestado ao descumprimento das regras e ao descaso da própria banda com os fãs, já que os músicos seguiram se apresentando normalmente mesmo após os repetidos avisos das casas de shows sobre distanciamento e uso de máscaras terem sido desrespeitados.

Os shows, aliás, tiveram até convidados como Chris Jericho (lutador da WWE e vocalista do Fozzy, além de amigo pessoal de Donald Trump Jr.) e Joey Fatone (ex-integrante do NSYNC).

Triste dia para o Rock and Roll.

Steel Panther e Black Stone Cherry fazem shows nos EUA