Ray Charles e Elvis Presley
Fotos via Wikimedia Commons
Ouça playlist com clássicos do Rock!  

Um dos mais lendários músicos da história e com quase seis décadas de carreira, Ray Charles não se impressionou com Elvis Presley durante sua vida.

Em uma entrevista de 1994 ao programa Now, ele recebeu uma pergunta simples de Bob Costas: “quão bom era Elvis?”. A resposta de Charles foi extensa, e ele até brincou dizendo que iria “perder pelo menos um terço dos fãs” antes de afirmar que não via motivos para se empolgar com o “Rei do Rock”.

Ray continua dizendo que tudo que Presley fazia já era feito pelos músicos negros há algum tempo, e até compara uma situação vivida por Nat King Cole para ilustrar que havia uma grande diferença no tratamento dos músicos negros e que grande parte do espaço conquistado por Elvis foi por ser “um garoto branco” que apareceu “na hora certa”.

Você pode ver a declaração de Ray traduzida na íntegra a seguir, bem como o vídeo da entrevista original logo abaixo. Vale lembrar, inclusive, que recentemente foram descobertos textos antigos de Michael Jackson em que ele criticava não apenas Elvis como também os Beatles por sua popularidade mesmo “não sendo melhores que os músicos negros”.

Ray Charles sobre Elvis Presley

O que o Elvis fez foi causar que a população — e quando eles falam de população eles geralmente se referem às pessoas brancas — a ouvir um monte de músicas que eles não iriam ouvir antes. Eu acho que eu vou perder pelo menos um terço dos meus fãs agora… mas, dizer que Elvis foi tão ótimo e tão incrível — como eles dizem, ‘ele é o rei’… eu me vi em problemas porque uma vez me perguntaram isso e eu perguntei ‘rei do quê?’ e ficaram bravos comigo.

Veja, eu não penso assim do Elvis porque eu conheço artistas demais que fizeram muito mais e eram muito melhores que o Elvis. Eu acho que o Elvis foi uma pessoa que surgiu na hora certa, e era um garoto branco que conseguia fazer Rock and Roll, Rhythm and Blues, como quiser chamar, e as garotas ficavam malucas com ele. O Nat [King] Cole se viu em problemas no Alabama quando as garotas ficaram malucas com ele. Foi tirado da cidade.

E as pessoas negras tem ficado por aí balançando suas traseiras [em referência aos movimentos de dança de Elvis] há séculos. O que diabos é tão diferente sobre isso? Tudo que ele fez foi copiar isso. Ele estava fazendo o nosso tipo de música. Ele estava fazendo o ‘Jailhouse Rock’ da Willie Mae Thornton. Isso é a música negra. Então com o que eu deveria ficar tão empolgado, cara? Eu acho que toda essa coisa de dizer que ele é o rei, é um pedaço de besteira. Desculpa. Próxima pergunta — e não me pergunte mais sobre o Elvis porque já estou com problemas o suficiente. [risos]

 
Compartilhar