John Dolmayan do System of a Down
Foto via Wikimedia Commons

Mais um dia, mais uma fala polêmica de John Dolmayan, baterista do System of a Down. Agora, o alvo do cara é o movimento Vidas Negras Importam.

O músico se baseou no caso de Secoreia Turner, uma garotinha americana de 8 anos de idade que morreu ao ter o carro de sua família baleado. De acordo com o pai da criança, protestantes negros foram os responsáveis pelo tiroteio.

Em sua publicação, Dolmayan disparou:

O suposto movimento de ‘vida negras’ nunca teve legitimidade na minha opinião e sempre foi um instrumento de propaganda e angariação de fundos do Partido Democrata. Juntamente com o Antifa, eles se mostraram inimigos do povo dos Estados Unidos e adotaram a ilegalidade encorajada por uma mídia sensacionalista e pelos idiotas da elite de Hollywood, que os procuram em todas as oportunidades. Eles serão levados à justiça, mas quando? Quantos mais inocentes precisam ser assassinados antes de voltarmos a nossos sentidos?

Se John se esqueceu, a gente relembra: os protestos do movimento negro são justamente contra a violência policial e a quantidade de vezes que pessoas negras são levadas à justiça, enquanto pessoas brancas passam ilesas por diversas situações. Então sim, os responsáveis serão levados à justiça, provavelmente muito em breve. Este é o ponto.

Nos comentários, o músico ainda declarou que “não existe racismo sistêmico nos Estados Unidos”, o que todos sabemos que é uma mentira descabia.

Uma pena ver um músico tão influente utilizando seus espaços para divulgar pensamentos tão arcaicos, não é mesmo?

LEIA TAMBÉM: “Ódio e estupidez”: Serj Tankian fala sobre críticas ao cunhado John Dolmayan

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! BRASIL

Música brasileira de primeira: MPB, Indie, Rock Nacional, Rap e mais: o melhor das bandas e artistas brasileiros na Playlist TMDQA! Brasil para você ouvir e conhecer agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!