Skinny Wall
Crédito: divulgação
 

A banda Skinny Wall, do interior de São Paulo, participou recentemente de uma live session nos estúdios da Showlivre.com. O registro está disponível no YouTube e o grupo apresentou oito músicas autorais no programa, como “I Just Need You Here” e “Dancefloor”.

Misturando elementos do pop, rock e folk em uma vibe eletroacústica, o trio atualmente prepara o lançamento de seu álbum de estreia, previsto para sair em Maio deste ano em todas as plataformas digitais.

B.A.D.A.

B.A.D.A.
foto: Julia Sariy

O duo B.A.D.A. disponibilizou nas plataformas de música o single “Chemical Odysseys”. A canção sucede “Exile”, lançada no início de Março antes da pandemia do coronavírus.

A faixa, no estilo psych-disco, explora um dos pesadelos do distanciamento social imposto pelas autoridades públicas: o medo de estar e de ficar só.

“Vivi anos num estado de psicodelia passiva tentando fugir de mim mesmo. O isolamento foi a ferramenta que me permitiu entender o que estava acontecendo comigo e ao meu redor. Esse conceito permeia a virada cultural que o mundo vive hoje durante a pandemia”, afirma Pedro Cesario, que forma a dupla com Carey Clayton.

Anônimos Anônimos

Anônimos Anônimos
foto: Fernanda Noronha

O duo Anônimos Anônimos liberou no YouTube o clipe para a canção “Sísifo”, que havia sido liberada nas plataformas de streaming em Fevereiro. O vídeo foi dirigido e editado por Rafael Castro.

Tiganá Santana

Tiganá Santana
foto: José de Holanda

O cantor baiano Tiganá Santana lançou nas plataformas digitais, através do selo sueco Ajabu Records em parceria com a Altafonte, a canção “Vida-Código”. A música chega acompanhada de um clipe gravado na Suécia.

Em tons vermelhos, o vídeo mostra um dançarino cubano se movimentando dentro de um cômodo fechado com uma espécie de vara.

Jullipop

Jullipop
foto: divulgação

A cantora paulista Jullipop lançou no YouTube o clipe para a faixa “A Dor”, que marca a estreia de sua carreira artística. O vídeo foi dirigido por Moyra Madeira juntamente com Lais Aranha e Stefani Mota. Nas imagens, as diretoras trazem a proposta de discutir o recomeço feminino quando a idade avança.