Roger Waters em Curitiba
Foto por Aline Krupkoski
 

Mesmo com turnê marcada apenas para Julho, Roger Waters não quer assumir riscos com o coronavírus.

Ele cancelou as datas do giro This Is Not a Drill, que ele havia descrito como seu show “mais político e mais humano”. Como informou a CoS, as apresentações serão remarcadas apenas para 2021 — e portanto, provavelmente depois das eleições dos EUA que foram citadas como parte importante do planejamento estratégico da turnê.

Em comunicado, Roger disse:

A má notícia é; eu tive que adiar minha turnê até o próximo ano. Chato, mas se salvar uma vida, vale a pena.

Bom, pelo menos é uma oportunidade de incluir o Brasil na rota novamente, hein?

Roger Waters

O músico ex-Pink Floyd passou pelo país com a turnê Us + Them em 2018 e trouxe diversas opiniões políticas e polêmicas, como quando exibiu uma foto do então candidato à presidência Jair Bolsonaro em uma lista de políticos “neofascistas” no seu telão. Ele também veiculou a hashtag #EleNão nos shows brasileiros.

Ele ainda falou que a turnê nova seria “mais política e mais humana” do que a anterior, mas não deu muitos detalhes. À época do anúncio, aliás, ele deu um conselho que parece quase premonitório quando olhamos pra trás:

Sendo franco, precisamos mudar a forma como nos organizamos como humanidade – ou morreremos.

LEIA TAMBÉM: Pink Floyd: se emocione com última performance de “Echoes” com Richard Wright e David Gilmour

 
 
Compartilhar