Kid Rock
Foto via Wikimedia Commons

O dono de um dos restaurantes do cantor Kid Rock, que fica em Nashville, não está colaborando com a luta contra o surto de coronavírus nos Estados Unidos.

Steve Smith, responsável pelo Big Ass Honky Tonk & Rock N’ Roll Steakhouse, foi contra as ordens do prefeito John Cooper para que estabelecimentos na cidade fechem as portas durante este período. Só nos EUA já são mais 4 mil infectados e 70 mortos — em Nashville os casos passam de 39.

Em um comunicado com pontas de ironia, Smith declarou (via Louwdire):

Agradecemos os esforços do prefeito Cooper para combater o vírus COVID-19, mas, a menos que exista um mandato estadual que ordene o fechamento de todos os bares e restaurantes, a solicitação feita pelo prefeito Cooper é inconstitucional, pois ele tem como alvo um grupo seleto de empresas.

Temos compaixão por aqueles que contraíram o coronavírus COVID-19 e com todos os que estão ajudando a gerenciar a crise à medida que o mundo inteiro lida com o surto. No entanto, um cliente nos disse na noite anterior que viveu a epidemia de poliomielite e não se lembrava de medidas tão extremas sendo divulgadas na história.

O próprio Kid Rock ainda não se pronunciou sobre o caso. Sua última publicação envolve Nashville, mas fala sobre o furacão que devastou a cidade.

Complicado…

Coronavírus

Neste momento são mais de 182 mil infectados e mais de 7 mil mortos no mundo inteiro. O Brasil já contabiliza quase 300 casos confirmados, mas nenhuma morte até agora.

Vários eventos, como shows e festas, estão sendo adiados ou cancelados como recomendação dos governos de cada Estado. As organizações de saúde também pedem para que a população fique em casa o máximo possível para evitar a contaminação em massa.

 
Compartilhar