SXSW 2020
Divulgação
 

O mega influente festival de música, tecnologia e cinema SXSW, um dos mais importantes do mundo, está cancelado em sua edição de 2020.

A notícia foi publicada no site Consequence of Sound que citou uma declaração do prefeito da cidade de Austin, dizendo que o condado de Travis, onde ela se localiza no estado do Texas, está sofrendo com um “estado de desastre”.

Como diz um comunicado do festival, essa é a primeira vez em 34 anos que ele não irá acontecer como planejado em Março. Ainda no texto, a organização diz que a ideia é pensar em novas datas e, pelo menos, disponibilizar a experiência do SXSW de forma online de alguma forma:

Estamos explorando opções de remarcação do evento e trabalhando para disponibilizar uma experiência virtual online do SXSW assim que possível para os participantes de 2020, começando com o SXSW EDU. Para os nossos credenciados, clientes e participantes, entraremos em contato assim que possível e publicaremos uma área de Perguntas Frequentes.

Entendemos a gravidade da situação para todos os criadores que utilizam o SXSW para acelerar as suas carreiras; para o mercado global; para Austin e as centenas de pequenos negócios – casas de shows, teatros, comerciantes, companhias de produção, funcionários da indústria e outros parceiros que confiam de forma tão profunda nos negócios crescentes que o SXSW atraem.

Continuaremos trabalhando duro para levar a vocês os eventos que vocês amam. Apesar de ser verdade que o nosso evento de Março de 2020 não irá mais acontecer da forma como imaginamos, continuamos lutando pelo nosso propósito – ajudar pessoas criativas a alcançarem as suas metas.

 

Grandes Marcas já Haviam Deixado o SXSW

Como a gente falou por aqui nos últimos dias, gigantes do entretenimento como Netflix, Apple, Facebook e TikTok já haviam anunciado que estavam retirando suas participações do evento.

Além disso, artistas foram cancelando as suas apresentações por lá, como foi o caso de Ozzy Osbourne, que o fez recentemente.

O Coronavírus está causando um verdadeiro desastre na indústria global da Música, TV e Cinema, e nós falamos por aqui sobre o exemplo do novo filme de James Bond, Sem Tempo Para Morrer.

Adiado em mais de seis meses, de Abril para Novembro, ele pode simbolizar o que está acontecendo com todo o resto do mercado, que tem medo de prejuízos ainda maiores se seguirem adiante com os projetos.

Sendo assim, por medo de falta de público em shows e salas de cinema, 2020 pode ficar marcado como o ano em que sua maior parte teve o entretenimento global paralisado por causa de uma doença.

 
 
Compartilhar