Foto: Divulgação

O trio norte-americano de rock alternativo Highly Suspect divulgou que lançará seu terceiro e já muito aguardado álbum de estúdio no dia 1º de Novembro.

O registro, que recebeu MCID como título, sairá através dos selos 300/Atlantic e será o sucessor do bem recebido The Boy Who Died Wolf, lançado em 2016.

Apesar de não ter divulgado a lista completa das faixas que irão compor MCID e quem foi o seu produtor, a banda revelou que o disco contará com convidados de peso e de estilos bem diferentes. São eles: Gojira (metal), Nothing But Thieves (rock alternativo), Young Thug e Tee Grizzley (ambos rappers).

Johnny Stevens, responsável pelos vocais, sintetizadores e pelas guitarras e letras do trio, que também conta com os gêmeos Rich Meyer (baixo e vocais) e Ryan Meyer (bateria e vocais), compartilhou que o álbum é bastante pessoal, “baseado em experiências (e percepções) da vida real inconcebíveis”.

Ele forneceu mais detalhes em uma declaração bastante emocional:

Os temas incluem auto-aversão, abuso de substâncias, problemas de imagem; meu passado e meu futuro; com uma pitada de anti-Trump, falsa adoração na mídia social, desgosto, esperança, depressão e suicídio. Há também algumas referências às pressões da fama e como eu não cairei nisso.

Ele ainda contou que a música inédita “16” traz a história de quando ele soube que sua namorada estava grávida, mas que, durante o parto, descobriu que a filha não era dele.

Além de “16”, o Highly Suspect também disponibilizou “Upperdrugs” para audição, faixas que você confere a seguir:

Highly Suspect – MCID

Capa do álbum MCID, do Highly Suspect
Foto: Divulgação

AMAZON MUSIC UNLIMITED

Você pode ouvir esse e outros artistas no Amazon Music Unlimited. Clicando aqui, você ganha 3 meses para curtir o app de graça!