Cumbia e música afro-latina são destaque no novo disco da La Misa Negra
Foto: Divulgação
 

A banda norte-americana La Misa Negra lançou recentemente seu autointitulado segundo álbum. O grupo, formado em 2011, mistura de maneira bastante pesada cumbia e música afro-latina.

Vocais em espanhol, tambores e acordeão formam a identidade do La Misa Negra. O compositor, acordeonista e guitarrista Marco Polo Santiago afirma que o hip hop e o metal inspiram sua sonoridade e dão cara ao grupo.

Em seu novo trabalho, apelidado de “o disco vermelho”, a banda fala sobre a era de ouro da Colômbia através do uso de ritmos tradicionais como currulao e Tambora. Além disso, também é possível encontrar jazz latino, rimos cubanos, mambo, entre outros. Uma excelente dica para quem se interessa pelos sons da América Latina.

Fundada por Santiago, a banda também conta com a colombiana Diana Trujillo (voz), Justin Chin (sax tenor e barítono), Morgan Nilsen (sax tenor e clarinete), Craig Bravo (bateria e percussão), Elena de Troya (percussão) e Paul Martin Sounder (baixo e percussão).

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.
 
Compartilhar