Faz quase 20 anos que Max Cavalera abandonou o barco do Sepultura, mas o vocalista e guitarrista ainda dá o que falar com declarações ácidas sobre sua antiga banda.

Ao ser perguntado sobre a experiência de tocar músicas do Sepultura com o Cavalera Conspiracy e o Soulfly, bandas que contam com seu irmão Igor Cavalera na formação, Max revelou que é divertido e muito mais próximo do “original” do que o próprio Sepultura atual.

“Com o Igor [Cavalera], nós estamos mais perto do original, por isso é mais divertido. (…) Eu acho que o Cavalera Conspiracy é a coisa mais próxima do Sepultura que vai haver. Somos eu e o Igor, os criadores do Sepultura. (…) Acho que até no som, o que fazemos é mais próximo ao original. Eu realmente não posso comentar sobre o que eles estão fazendo agora, pois não me diz respeito. É como dois mundos diferentes, a vida continua. A única coisa que eu acho que é um pouco… sei lá… estranho, é que não há membros originais na banda. Mas é o que é e eu estou feliz com onde estou.”

Max Cavalera deixou o Sepultura em 1996 ao se desentender com a banda após a demissão de sua esposa Gloria Bujnowski como empresária do grupo. Desde então, além das duas bandas citadas acima, Max também toca no Killer Be Killed, e lançou o último álbum do Soulfly, Archangel, em Agosto deste ano.

Recentemente ele também declarou que o Sepultura atual “virou uma merda”.

Fonte: Blabbermouth