Recentemente perguntamos por aqui se poderíamos esperar mais novidades da época “Pré-Foo Fighters” de Dave Grohl sendo (re)lançadas na rede e… parece que fomos escutados. Algum fã de Foo Fighters publicou no site Reddit uma observação interessante sobre outra “surpresa” naquela mesma cena de Sonic Highways, onde Barrett Jones revelou a demo da inédita “Hooker on a Street“. A diferença é que desta vez a música é apenas instrumental e tem a ver com Allister Lobb, o nome usado por Dave Grohl, sua irmã Lisa e Mike Nelson, quando o trio gravou uma demo instrumental de cinco faixas com Barrett Jones em 1992.

Enquanto Jones mostra para Grohl diversas demos, uma delas surpreende Grohl e faz com que ele esconda o rosto. A música é uma demo que tem o frontman do Foo Fighters gritando em uma voz no mínimo constrangedora uma frase de música levemente sem sentido algum. A faixa é “Unknown #2” das gravações de Allister Lobb. A semelhança do instrumental da faixa com Arlandria (Wasting Light) também pode ser percebida.

Algo semelhante já aconteceu anteriormente com outra versão demo de Allister Lobb, quando a faixa “How I Miss You” apareceu como lado B do single “I’ll Stick Around“. Ouça abaixo a versão “revelada” durante Sonic Highways.

Recentemente Dave Grohl fez alguns comentários em relação às críticas sobre seu último trabalho – o disco Sonic Highways, em entrevista à Rolling Stone.

“Eu acho que talvez as pessoas tenham interpretado mal o conceito e pensaram que iríamos incorporar todos os diferentes sabores e gêneros de cada cidade, mas , para mim, isso não faz nenhum sentido, porque a última coisa que eu quero fazer é perseguir algo que não é real. Em primeiro lugar, tínhamos que fazer um registro do Foo Fighters. E é isso aí, eu realmente lutei para manter isso,” comentou Grohl, a respeito de algumas críticas negativas ao trabalho da banda.

Dave ainda desabafou sobre críticas mais pesadas, que apesar de tudo, não fizeram com que a banda se sentisse desmotivada:

Você fica tipo: Hey, eu fiz essa coisa! Eu mal posso esperar para as pessoas ouvirem isso! Estou tão orgulhoso. Foi como uma explosão fazer isto.”  E aí você começa animado e então percebe que as pessoas realmente não entenderam isso como você esperava. Mas é uma daquelas coisas que depois de 20 anos não nos impede de fazer o que fazemos. E não há muitas formas de nos desencorajar depois do caminho que temos seguido por tanto tempo. Se algum cara com um blog diz que a banda estragou tudo porque não colocou a porra de um lap steel na nossa música sobre Nashville e, no mesmo dia, você esgota as vendas de ingressos para um show no estádio de Wembley, é tipo:  “OK , acho que estamos fazendo a coisa certa.”