Dave Grohl

Se tem um adjetivo pelo qual Dave Grohl, líder do Foo Fighters, tem sido chamado ultimamente é o de “legal”.

“O cara mais legal do rock”, “gente fina” e elogios parecidos têm sido feitos por fãs, pessoas de bastidores e outros artistas, que convivem com o músico e têm visto suas aparições ao lado dos mais diversos nomes e estilos da música.

Em nova entrevista para a Rolling Stone, Grohl revelou que foi um cara em específico que o tornou esse “amigão da galera”, e essa pessoa foi o saudoso guitarrista Dimebag Darrell, do Pantera:

Houve uma edição do Ozzfest na Inglaterra em 1998 e o KoRn cancelou a aparição. Então fomos chamados. Era Slayer, Pantera e Black Sabbath. A gente teria que tocar depois do Pantera. Eu estava apavorado: “Irá acontecer um protesto. Eu vou ser esquartejado. Ninguém vai gostar da nossa banda.”

Mas nós tocamos, e eu olhei para o lado. Os caras do Pantera estão vendo a gente e cantando as nossas músicas. Depois disso, ficamos amigos do pessoal do Pantera. Eu estava nervoso e assustado; eu achava que nunca iria me encaixar. Mas eles foram tão abertos com a gente. Essa hospitalidade de backstage que tentamos ter – veio completamente do Pantera. Dimebag Darrell era o cara mais legal do mundo inteiro. Ele poderia chegar e tomar uma dose de Crown Royal com Justin Bieber, Rick Nielsen, James Brown – ele era o melhor amigo de todo mundo. E você conseguia sentir essa energia quando ele tocava.

Depois desse dia, eu pensei, “Daqui pra frente, qualquer pessoa pode entrar no backstage. Não me importo se for a Britney Spears.” Eu me tornei o melhor amigo do backstage. Sempre que eu ia a um festival, a primeira coisa que fazia era pegar uma garrafa de whisky e bater nas portas para ver quem eram as pessoas mais divertidas. Você ficaria surpreso em saber quem são as pessoas mais doidas.

Dimebag Darrell foi assassinado de forma absurda em cima do palco, por um “fã”, que atirou enquanto ele tocava com a banda Damageplan.

“Everlong”

Na mesma entrevista, Grohl diz que nunca aprendeu a tocar guitarra, e toca o instrumento como se fosse uma bateria:

Eu não sei quais são os acordes de “Everlong”. Só sei o que acontece quando eu coloco os dedos lá. Mas esse riff é um bom exemplo de como eu vejo a guitarra.

A corda Mi mais grave é o bumbo. As cordas Lá e Ré são a caixa. As cordas Sol, Si e Mi aguda são os pratos. Então você tem uma relação de bumbo/caixa no riff. Aí quando o refrão chega, você toca todas as cordas mais agudas como tocaria os pratos. Torna o som percussivo, e te dá uma dinâmica.

Arctic Monkeys

Recentemente Dave Grohl pediu a Deus para que o Arctic Monkeys não acabe e fez elogios ao vocalista Alex Turner.

Ele também elogiou bandas como Royal Blood e Oasis, que chamou de “a melhor banda que já viu na vida.”

 
Compartilhar