Amy Winehouse não morreu por overdose de drogas
 

Amy Winehouse foi roubada

Objetos pessoais pertencentes a Amy Winehouse foram roubados de sua casa em Camden, segundo informações, nesta manhã de 11 de agosto.

Um relato diz que foram levadas cópias de faixas inéditas, livros e cartas, sem contar com uma de suas guitarras favoritas e letras rabiscadas para seu terceiro álbum.

Segundo o The Sun, o pai da cantora, Mitch Winehouse, foi informado que está considerado “lívido” na história do roubo. Ele também teria se prontificado a rastrear o culpado.

Uma fonte falou sobre roubo:

Este é um choque doentio para a família. Como alguém pode descer tão baixo? Eles (o policiais e investigadores) não podem ficar em torno dele. Mitch é lívido. A família, a gravadora e sua gestão estão meses longe de decidir o que fazer com qualquer uma das músicas inéditas. Isso seja tirado de suas mãos de maneira horrível.

A fonte acrescentou que o pai de Amy está disposto a permitir que o culpado devolva os itens, antes de fazer contatos com a polícia. A acrescentou, “Mitch está disposto a dar a quem quer que tenha roubado os itens, uma chance de fazer a coisa certa e colocá-los novamente no local, pois ele deve estar confuso”.

Uma investigação sobre a morte da cantora está assiduamente em curso.

Cerca de 20 pessoas – incluindo família, amigos, segurança e polícia – tiveram acesso à casa desde que Amy Winehouse  morreu.


View on YouTube

 
Compartilhar