Frank Sinatra & Tom Jobim


Falar sobre o que Frank Sinatra significa para a música no mundo é chover no molhado, assim como falar de Tom Jobim e o legado de sua música no Brasil. Por isso mesmo, não será difícil entender a importância do lançamento da coletânea “Sinatra/Jobim: The Complete Reprise Recordings”, que sai amanhã (04) nos Estados Unidos.

As primeiras sessões de gravação com os dois ocorreram por volta de 1967, e depois disso foram vários os álbuns destacando a parceria: “Francis Albert Sinatra & Antonio Carlos Jobim” (1967), “Sinatra-Jobim” (1970), “Sinatra & Company” (1971), até a última sessão dos dois juntos: a gravação de “Fly Me To The Moon”, para o álbum “Duets II” (1994), de Sinatra. pouco antes da morte de Tom. Os duetos foram repetidos em inúmeras coletâneas ao longo das décadas, mas agor areceberam tratamento especial da Concord Records, que remasterizou vinte canções do catálogo original da Reprise para este lançamento. São essas:

1. The Girl From Ipanema (Garota de Ipanema)
2. Dindi
3. Change Partners
4. Quiet Nights of Quiet Stars (Corcovado)
5. Meditation (Meditação)
6. If You Never Come To Me
7. How Insensitive (Insensatez)
8. I Concentrate On You
9. Baubles, Bangles and Beads
10. Once I Loved (O Amor em Paz)
11. The Song Of The Sabia
12. Drinking Water (Água de Beber)
13. Someone To Light Up My Life
14. Triste
15. This Happy Madness (Estrada Branca)
16. One Note Samba (Samba de Uma Nota Só)
17. Don’t Ever Go Away (Por Causa de Você)
18. Wave
19. Off Key (Desafinado)
20. Bonita

Para encomendar sua edição do álbum (disponível somente em CD até o momento), clique aqui.



Jeff Beck


O The Yardbirds, grupo inglês de blues rock, ficou na ativa por cerca de seis anos, de 1962 a 68. Mas só isso foi o suficiente para terem três dos guitarristas mais influentes da história: Eric Clapton – com uma carreira solo brilhante, além do trabalho com o Cream e o Derek & The Dominos; Jimmy Page –  o responsável pelos riffs gigantescos do Led Zeppelin; e Jeff Beck, que apesar de não ter atingido o sucesso comercial dos companheiros, é respeitado e reconhecido mundialmente pelo seu trabalho excepcional com o instrumento.

Aos 65 anos e com inúmeros prêmios nas costas, Beck lança “Emotion & Commotion”, seu 17º álbum de estúdio. O álbum saiu, em CD e MP3, em março; mas no dia 17 de abril a Rhino lançou a versão em vinil duplo do álbum, com LPs de 180 gramas. “Emotion & Commotion” traz a regravação de vários clássicos da música americana, como “Corpus Christi Carol” e “Somewhere Over The Rainbow”, com apoio de uma orquestra de 64 músicos – além de composições do próprio guitarrista.



Apesar de reconhecido pelo trabalho instrumental, Jeff Beck convidou três vocalistas para participarem do disco: Joss Stone em “I Put a Spell On You” e “There’s No Other Me”, Imelda May em “Lilac Wine” e Olivia Safe em “Serene” e “Elegy For Dunkirk”. O tracklist é esse:

1. “Corpus Christi Carol”
2. “Hammerhead”
3. “Never Alone”
4. “Somewhere Over the Rainbow”
5. “I Put a Spell on You” (featuring Joss Stone)
6. “Serene” (featuring Olivia Safe)
7. “Lilac Wine” (featuring Imelda May)
8. “Nessun Dorma”
9. “There’s No Other Me” (featuring Joss Stone)
10. “Elegy for Dunkirk” (featuring Olivia Safe)

Você pode encomendar a sua cópia aqui. Vale lembrar que boa parte do álbum foi gravada com a mesma banda de apoio do excepcional “Live At Ronnie Scott’s” (2008). Veja um trecho do DVD desse show:



The National


Com o lançamento de “High Violet”, o quinto álbum do The National, o grupo pretende superar as altas expectativas criadas depois de “Boxer” (2007), disco muitíssimo bem recebido por críticos e pelo público. Como você viu aqui no Tenho Mais Discos Que Amigos!, ninguém precisou esperar até o próximo dia 11 para ouvir as 12 faixas de “High Violet”. Em primeiro lugar, porque o disco vazou na internet, em péssima qualidade, há quase um mês. Em segundo lugar, porque ele está disponível em streaming, desde o dia 23 de Abril, no site do jornal The New York Times.

Mas se você é fã dos caras e ainda tem aquela paixão pela versão física dos álbuns, a Banquet Records tem duas ótimas oportunidades para você. Ao encomendar “High Violet” em CD, você tem direito a pedir, praticamente de graça, um pôster com a capa do disco (“praticamente” porque você paga pela postagem e envio, mas convenhamos que é uma pechincha). Há poucas cópias do pôster, então se interessou, garanta o seu aqui.

Outro destaque é o primeiro single do álbum, “Bloodbuzz Ohio”, que está sendo vendido em LP de 7″, com o b-side exclusivo “Sin-Eaters”, e que foi lançado ontem, dia 3 de Maio. Compre o seu aqui.



CocoRosie


A excentricidade da dupla que forma o CocoRosie varre a blogosfera de um lado para o outro desde o primeiro álbum das irmãs Bianca “Coco” Cassidy e Sierra “Rosie” Cassidy, “La Maison de Mon Rêve” (2004). O duo é conhecido por fazer um indie folk misturado a influências bem diversas, da música erudita ao hip-hop, e pelos vocais singulares.



Para o quarto álbum da carreira, entitulado “Grey Oceans”, a dupla preparou uma edição bem especial. Além dessa capa exclusiva para o lançamento em vinil (ainda esquisita, mas melhor que a terrível capa da edição em CD, que você viu ali no topo), quem comprar essa versão ganha um pôster grátis, com edição limitada:



Para comprar a edição especial “Grey Oceans”, clique aqui.