Charlie Brown Jr. no Jô Soares
Reprodução/YouTube
 

Em 1997, o Charlie Brown Jr. havia lançado seu disco de estreia, o ótimo Transpiração Contínua Prolongada. Com hits como “Tudo Que Ela Gosta de Escutar” e “Quinta-Feira”, o álbum colocou a banda em evidência e levou os garotos de Santos até o programa de Jô Soares.

Pouco lembrada, a participação no talk show rendeu um papo excelente. Pra começo de conversa, o vocalista Chorão – sim, o nome dele não é Charlie Brown Jr., igual muitos ainda pensavam ser – já chegou com uma entrada triunfal. O cara não perdeu a oportunidade de descer a pequena rampa que levava ao palco de skate.

A brincadeira pareceu dar o tom à entrevista, que foi leve e descontraída. Ainda muito jovem, o cantor respondeu perguntas como, por exemplo, até que mês recebia mesada e ainda contou sobre a origem do nome do grupo.

Segundo ele, um “atropelamento” foi responsável pela escolha. Enquanto dirigia por Santos em um dia chuvoso, Chorão afirma ter passado por cima de uma barraca de lanches chamada Charlie Brown. Ele ainda deixa bem claro que não aconteceu nada com a barraca, só com o carro (que era de seu pai).

No restante da conversa, a banda ainda recebe bem as brincadeiras de Jô com os cabelos descoloridos e o estilo surf/skate dos caras, responde perguntas sobre trabalhar com Rick Bonadio e presenteia o apresentador com uma “Xota da Índia”.

Entenda tudo isso no vídeo disponível na íntegra logo abaixo!

Charlie Brown Jr.

Chorão nos deixou em 2013 cedo demais, aos 42 anos, vítima de uma overdose. Poucos meses depois, Champignon, baixista do grupo, também se foi vítima de um suicídio.

Até hoje o legado dos músicos e da banda é celebrado, com os membros sobreviventes fazendo turnês pelo Brasil, inclusive no Rock in Rio.

LEIA TAMBÉM: Há 20 anos, Charlie Brown Jr. tocava NOFX e blink-182 na MTV Brasil