Greta Van Fleet no Rio de Janeiro
Foto por Diego Castanho
 

O ex-empresário do Greta Van Fleet, Michael Barbee, deu detalhes sobre como aconteceu a saída do baterista Kyle Hauck da banda, em 2013, quando ela estava no início da carreira.

Em entrevista exclusiva para a Alternative Nation, o atual agente do grupo Lovely Sand Dunes revelou que Hauck tinha problemas de saúde (sem especificar quais) e que não era comprometido como os outros.

Ele (Hauck) tinha alguns problemas de saúde e houve uma queda brusca da ética dele como um membro da banda. Era o tipo de cara que queria ser pago para ensaiar. Ele nos decepcionou. Eu não tinha descoberto até a gente estar pronto para fazer esse show em um clube e ele disse que havia machucado o joelho, aí alguém veio e me disse: ‘eu o vi andando normalmente no jogo de futebol noite passada.’

Foi então que o empresário foi procurar por Danny Wagner, atual baterista do GVF:

Eu liguei para o Danny e ele estava em Detroit. Quando cheguei ao show, Danny e os pais dele já estavam esperando por mim. Ele era guitarrista, então nunca tinha sido de fato um baterista. Mas ele substituiria Kyle na bateria. Depois de Danny ter tocado com os irmãos Kiszka (Josh, Jake e Sam) naquela noite, eles estavam tipo, ‘vamos anunciar isso para ele’. Todos nós nos dirigimos até Danny e foi algo tipo, ‘bem-vindo ao grupo’. Foi isso.

Sem desavenças

Barbee deixou claro que a demissão de Hauck ocorreu de forma amigável. “Não existiu nenhuma briga com o Kyle, a não ser a noite em que ele apareceu e disse que não poderia fazer o show. Eu sei que ele deve ter algumas coisas não muito legais a dizer sobre todos nós. Ele nunca falou nada diretamente para a gente. Queríamos deixar as coisas no mais tranquilo estado possível. E rock n’ roll, cara. Eu não quero saber se o teu pé está caindo, você tem que ir e se apresentar. Ninguém entra nessa merda de graça,” opinou.

Para finalizar, o ex-empresário também falou sobre o processo de composição dentro do Greta Van Fleet:

Todos eles participam, mas acho que o Jake (guitarrista) trabalha mais a música, e as letras são 100% compostas por Josh (vocalista). Todos eles colaboram. É o que faz funcionar. Cada um tem seu lugar na banda. Você olha para o palco e o Jake e  o Josh apenas trocam um olhar e os dois já sabem o que o outro está pensando. Além do mais, eles são gêmeos. Eu gosto do jeito que eles fazem.

Prêmios e passagem pelo Brasil

O Greta Van Fleet é uma das bandas mais aclamadas da nova geração do rock mundialmente. Em fevereiro, o grupo faturou o Grammy de Melhor Álbum de Rock com o EP From the Fires, de 2017. Dois meses depois, o GVF passou pelo Brasil para uma mini turnê muito bem sucedida no país.