Michael Stipe (R.E.M.) e Ariana Grande
Foto: Wikimedia Commons
 

O coração dos fãs de R.E.M. quase parou de bater nessa última sexta-feira (17), e tudo por culpa de Ariana Grande.

Em seu novo álbum, Sweetener, a diva pop inseriu uma canção com o mesmo nome da banda. A sigla, entretanto, significa “rapid eye movement”, que é a fase do sono na qual ocorrem os sonhos mais vívidos.

Como esperado, os fãs da cantora lotaram o Twitter com menções à música, fazendo com que ela fosse parar nos tópicos mais comentados do mundo. Pois bem… imagina o fã da extinta banda vendo aquilo?

Não demorou muito para que os admiradores do grupo liderado por Michael Stipe expressassem sua infelicidade ao descobrir o real motivo de “R.E.M.” estar em tendência. Muitos disseram acreditar que se tratava da tão esperada notícia de uma reunião.

É, não foi dessa vez.

R.E.M.

A banda anunciou seu fim em 2011 e se uniu brevemente no ano passado para relançar Automatic For The People. O álbum completou 25 anos de lançamento.

Em Abril deste ano, Peter Buck, guitarrista e co-fundador do grupo, anunciou um projeto ao lado de Joseph Arthur. Já o frontman Michael Stipe, entre outras coisas, tem visitado exposições de mãos dadas com Thom Yorke, do Radiohead.

   
 
FonteNME
Compartilhar