Chubby Checker
Foto: Reprodução / Youtube
 

Em 1958, mais precisamente no dia 4 de Agosto, a Billboard lançou seu primeiro Hot 100. A partir de então, a revista mudaria para sempre a indústria da música, passando a servir como um “termômetro” para o cenário pop.

A parada, até hoje considerada a mais importante da indústria, está há 60 anos medindo a popularidade de músicas e de artistas. Estar no topo de uma das listas da Billboard é sinônimo de sucesso e reconhecimento em escala mundial.

Para comemorar os sessenta anos de Hot 100, a equipe do veículo preparou uma lista especial com os 600 maiores hits de todos os tempos. Vale lembrar que as músicas que entraram, obviamente, foram lançadas a partir de 1958, quando a parada estreou.

 

Tire suas próprias conclusões

A lista pode ser filtrada da maneira que você bem entender. O usuário pode escolher uma década, tal como um gênero musical específico. Além disso, é possível também filtrar por artistas homens, mulheres e também por grupos (incluindo duplas).

A lista, então, vai ser diminuída e reorganizada. Esse mecanismo pode ajudar a tirar dúvidas como “Qual foi a melhor música de hip-hop gravada por um duo/grupo?” ou “Quais as melhores músicas de R&B interpretadas por mulheres durante os anos 90?”.

As respostas estarão sempre dentro dos 600 hits escolhidos. Assim, filtrando por intérpretes femininas, por exemplo, a primeira música, “How Do I Live“, de LeAnn Rimes, será numerada através de sua classificação no ranking geral (5º, no caso).

 

Vale destacar

Alguns levantamentos e curiosidades sobre a lista:

  • A canção no topo da lista, “The Twist“, de Chubby Checker, é na verdade uma cover. A versão original foi lançada em 1959 pelo grupo Hank Ballard and the Midnighters, como uma B-side.
  • Das 600 músicas que integram a lista, 220 são de cantores homens, 237 de duos ou grupos e 157 de cantoras mulheres. A conta não bate pois algumas músicas entram para as duas categorias. Um exemplo disso é “Endless Love“, de Diana Ross e Lionel Richie. Quando se tem um “featuring” na música, o site conta apenas o artista principal, como é o caso de “We Found Love“, canção de Rihanna com participação do DJ Calvin Harris.
  • Por sinal, 57 das 600 músicas possuem a palavra “Love” e suas variações em seu título, incluindo “I Love Rock ‘N Roll“, da Joan Jett e “Crazy Little Thing Called Love“, do Queen.
  • Apenas três músicas que integram a lista são classificadas como latinas: “La Bamba“, do grupo Los Lobos (que são norte-americanos), “Despacito” (do porto-riquenho Luis Fonsi) e “Macarena“, do grupo espanhol Los Del Rio. Nenhuma canção em português entrou.
  • O rock e seus subgêneros aparecem na lista com um total de 107 músicas. A melhor década para o gênero, de acordo com a contagem, é a de 1980, com 44 músicas emplacadas. A canção de rock mais alta no ranking geral, no entanto, é “Smooth“, de Santana com participação de Rob Thomas, lançada em 1999.
  • A cantora Mariah Carey aparece em um total de 11 músicas da lista. Este mesmo número é a soma das aparições da bandas Queen, The Beatles e The Rolling Stones.
  • Michael Jackson e Taylor Swift aparecem ambos na lista com 4 músicas cada.
  • Duas das músicas da lista foram lançadas este ano: “God’s Plan“, do Drake, e “Havana“, de Camila Cabello com participação de Young Thug.

Para conferir as as 600 canções e fazer suas próprias filtragens, acesse a lista clicando aqui.

E aí? O que achou desse levantamento? Deixa sua opinião nos comentários!