Foto: Divulgação

O Dia da Música é o maior festival de música em rede do Brasil.

Em três edições, o evento não só abrigou shows de talentosos novos artistas como deu visibilidade aos locais onde se pode assistir música ao vivo promovendo centenas de shows em 54 cidades de 22 estados brasileiros.

No sábado, 30 de Junho, não vão faltar opções de shows gratuitos espalhados por São Paulo. A quarta edição do BIG Dia da Música ocupa os principais palcos do circuito de música independente da cidade como Associação Cultural Cecília, Breve, Casa do Mancha, Estúdio Aurora, Baderna, entre outros, com mais de 70 atrações.

Garotas no Poder no Dia da Música

Um dos palcos apoiados pelo projeto é o Garota no Poder, uma comunidade que reúne mais de 25 mil mulheres na internet. O palco, que rola no Baderna (Oscar Freire – 2529), celebra a potências das minas no rock com o punk do Quarteta e o grunge de The Mönic e Maquiladora, a partir das 19h, e contribui para que as minas sejam mais de 50% das atracões do Big Dia da Música 2018.

Maquiladora

Maquiladora é uma banda de rock alternativo formada por Thania D (voz e guitarra), Thais Naomi (guitarra), Priscila Ynoue (baixo) e Andrea Marques (bateria).

Foto: Divulgação

Desde 2007 a banda vem mostrando sua identidade no circuito alternativo. No repertório, as minas têm alguns dos mais renomados festivais de música independente, casas de show importantes para a cena e uma de suas músicas, “Too Much Wine”, apontada como sugestão ao leitor na revista Guitar Player.

Em maio de 2010, elas foram destaque no programa Metrópolis da TV Cultura, quando tveram a oportunidade de apresentar seus trabalhos e entrevistar os membros da banda Mudhoney.

The Mönic

Peso, bpm’s acelerados, vocais rasgados e melódicos são as marcas registradas da banda que te faz viajar diretamente para o grunge dos anos 90. Formada no final de 2017, The Mönic é uma banda de São Paulo formada por 4 minas.

Em poucos meses Dani Buarque, Ale Labelle, Joan Bedin e Daniely Simões já tocaram em eventos de peso, como a Virada Cultural de São Paulo e também caíram nas mãos do produtor Rafael Ramos que lançou a banda pela Deckdisc. Os singles “High” e “Buda” foram gravados no Estúdio Costella e produzidos pelo Alexandre Capilé.

Foto: Divulgação

Quarteta

Com três anos de estrada, Quarteta é a banda que costuma classificar seu estilo musical como punk rock feminista festivo. Unidas pelo punk, seria impossível não se referenciar em artistas como Bikini KillLe TigreMercenáriasJoan JettBlondieRamonesDead KennedysMisfitsDavid Bowie e por aí vai.

quarteta
Foto: Mô Bertuzzi.

Leia também: Quarteta: o punk rock feminista festivo em seu primeiro EP

Programação

5h-19h – Palco RISCO_ 04 shows na RUA e de graça!
16h-20 – Palco Vulva
17h-21h – Palco Cérebro Surdo na Brewdog
18h-20h – ☾ Palco Sonora no Rosa
18h-21h – Palco Hérnia\SÊLA\Hard Grrrls 
18h-22h – Versão Punk Infernal!
19h-21h – Palco Garotas No Poder
19h-21h – Palco PWR: Tuyo, The Shorts e Não Não Eu
19h-21h – Hotel Bar
19h-21h – Casa Gramo com Tatá, Malu e Porcas Borboletas
19h-22h – YMA, Eatnmptd, Giovani Cidreira e Jadsa Castro
19h-03h – Dubstep NA RUA_!
20h-23h – Palco Casa do Mancha
20h-21h – Aurora apresenta: Ralo e O Grande Ogro
21h-23h – Bolovo | Terno Rei, Brvnks e El Toro Fuerte
21h-02h – Tratore + JazzNosFundos
22h-00h – Palco Sinewave
23h-02h30 – A Onda Errada
00h-04h – Palco Rap Clandestino no Morfeus