Foto de Ana Alexandrino
 

Depois de anos de sofrimento por amor, a pernambucana radicada no Rio Duda Beat amadurece e dá a volta por cima na sua empoderada estreia musical.

Em 11 faixas, ela faz um registro feminino, pessoal, sincero e encarando seus próprios demônios com alegria e bom humor. Sinto Muito está disponível em todas as plataformas de música digital e teve como carro-chefe o single “Bixinho”, que você viu por aqui.

Com um nome que reflete as paixões em excesso e o processo de superação, o álbum é um verdadeiro diário de desabafos ácidos. Enquanto a música trilha um caminho entre os sons do Rio e do Nordeste, unindo as raízes do passado de Duda com um futuro por vir, as letras dão voz a uma mulher romântica que não consegue se adaptar à fluidez dos relacionamentos contemporâneos.

A estreia musical de Duda Beat começou a ser desenhada dois anos atrás, quando ela trouxe suas letras e melodias para a casa de seu amigo de infância, o produtor musical Tomás Tróia.  Ele não teve dúvidas e começou a criar a produzir as faixas com ela. O que era tristeza virou festa e arte, o que era dor de cotovelo virou um romance entre Duda e Tomás. A página estava virada.

Usando a tristeza como força-motriz para a alegria, “Sinto Muito”contou com a produção de Tróia e uma equipe de grandes nomes da música carioca na parte técnica. O álbum teve produção adicional de Lux Ferreira e Patrick Laplan. A mixagem ficou a cargo de Diogo Strausz e Pedro Garcia, esse último que também assina a masterização.

O álbum está disponível nas plataformas de música digital de forma independente e estreia nos palcos cariocas no dia 08/06, às vésperas do Dia dos Namorados, no Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto, no Rio.

Confira o disco abaixo: