Burning Man Festival
Foto por Steve Jurvetson / Wikimedia Commons
 

O festival Burning Man é bastante diferente do comum, pra dizer o mínimo.

Realizado no deserto de Black Rock, estado de Nevada, nos Estados Unidos, o evento tem como objetivo amplificar as relações entre os seres humanos das formas mais variadas, dando ênfase à arte e aos talentos que cada indivíduo tem e pode compartilhar para que as vidas das outras pessoas sejam melhores.

Um dos grandes pontos do festival é que por lá não existe dinheiro, e as pessoas são encorajadas a trocarem itens produzidos por elas mesmas para que grandes experiências sejam compartilhadas.

Em 2019 o Burning Man terá uma edição no Brasil através do Tropical Burn, que foi anunciado recentemente e irá acontecer em uma praia do Nordeste, ainda não confirmada.

O site oficial é esse aqui e por lá eles reforçam os 10 princípios do Burning Man a serem aplicados também no Tropical Burn, como você pode ler logo abaixo:

1 – Auto Expressão Radical: Liberdade para ser você mesmo.
A auto expressão surge dos dons únicos de cada indivíduo. Ninguém mais além do indivíduo, ou de um grupo colaborando, pode determinar o seu conteúdo. E isso é oferecido como um presente para os outros. Neste espírito, quem oferece deve respeitar os direitos e liberdades de quem recebe.

2 – Auto Confiança | Auto Responsabilidade – você é responsável por você mesmo, mentalmente e fisicamente.
O Burning Man encoraja o indivíduo a descobrir, exercitar e confiar nos próprios recursos internos.

3 – De-comoditização– esqueça do dinheiro – não tem nada para comprar
Para preservar o espírito de presentear, nossa comunidade procura criar ambientes sociais que não são mediados por patrocínios, transações ou publicidade. Buscamos substituir o consumo por experiências participativas.

4 – Não Deixe Rastros: De pó ao pó, deixe apenas pegadas
Nossa comunidade respeita o meio ambiente. Temos o compromisso de não deixar nenhum vestígio físico das nossas atividades. Onde quer que nos reunamos, nós limpamos depois de nós mesmos e procuramos, sempre que possível, deixar tais lugares em melhor estado do que quando os encontramos

5 – Participação: Se envolva. Burning Man é o que fazemos.
Nossa comunidade está empenhada em uma ética radicalmente participativa. Acreditamos que as transformações quer no indivíduo ou na sociedade, podem ocorrer apenas por intermédio de uma profunda participação pessoal. Alcançamos o ser através do fazer. Todos estão convidados a trabalhar. Todo o mundo é convidado para participar. Nós fazemos o mundo real por meio de ações que abrem o coração.

6 – Inclusão Radical: Todos são bem vindos.
Qualquer pessoa pode ser uma parte do Burning Man. Saudamos e respeitamos o desconhecido. Não existem pré-requisitos para a participação em nossa comunidade.

7 – Presentear: Oferecemos o nosso tempo e esforço livremente.
Burning Man estimula atos de presentear. O valor de um presente é incondicional. Oferecer um presente não contempla um retorno ou uma troca por algo de igual valor.

8 – Co-operação: Juntos somos mais fortes
Nossa comunidade valoriza cooperação criativa e colaboração. Nós nos esforçamos para produzir, promover e proteger as redes sociais, espaços públicos, obras de arte, e métodos de comunicação que apoiam tais interações.

9 – Comunidade: Uma família de indivíduos, nós cuidamos uns dos outros.
Valorizamos a sociedade civil. Os membros da comunidade que organizam eventos devem assumir a responsabilidade de bem-estar público e se esforçar para comunicar responsabilidades cívicas para os participantes. Devem também assumir a responsabilidade para a realização de eventos de acordo com leis locais, estaduais e federais.

10 – Imediatismo: Faça o agora valer / esteja aqui agora.
Experiência imediata é, em muitos aspectos, a característica mais importante em nossa cultura. Procuramos superar as barreiras que se interpõem entre nós e o reconhecimento do nosso eu interior, a realidade dos que nos rodeiam, a nossa participação na sociedade, e o contato com um mundo natural superior aos poderes humanos. Nenhuma ideia pode substituir esta experiência.

 

Na descrição do evento, ainda é possível ter ideia de outros princípios relacionados a ele que serão reproduzidos por aqui:

Se você acredita que apenas comprando o ticket irá garantir a sua participação no evento, pode esquecer. Isso não é um festival. A cidade temporária só funciona com a participação de todas as pessoas como voluntárias: seja construindo uma instalação de arte, montando um acampamento, trabalhando em 2 ou 3 dias assumindo tarefas como: cozinhar, servir no bar do seu acampamento, reciclar o lixo e ajudar as pessoas ativamente, todos os dias, o tempo todo.

A equipe de organização do Tropical Burn é responsável por garantir o “quadro em branco” para que os participantes possam criar dentro dele. A organização não constrói palcos, não possui latas de lixo e nem uma equipe de limpeza oficial do evento que irá catar o lixo que você produz. Todos são responsáveis por cuidar da cidade e de qualquer Matéria Fora do Lugar.

 
FonteHypeness
Compartilhar