Aos 13, membro do Foo Fighters vendia drogas para ajudar sua banda

Nate Mendel disse que conseguiu comprar uma van "e aí parou"

Foo Fighters em 2017
Foto: Facebook/divulgação
 

Quando você é jovem e está correndo atrás de seus sonhos é capaz de muitas coisas, e ao que tudo indica, o baixista do Foo Fighters inclusive desafiou a lei para conquistá-los.

Em nova entrevista para a Stuff, Nate Mendel disse que quando tinha 13 anos de idade tudo que queria fazer era excursionar tocando baixo, e para isso trabalhou com a parte de logística das bandas em que tocava quando era adolescente:

Tudo que eu queria era excursionar – eu sempre fui o cara da logística na banda, que é um papel que normalmente cai no colo do baixista. Então, no ensino médio eu vendia drogas para comprar uma van para que a gente pudesse excursionar. Aí eu parei de vender drogas.

Nate também falou sobre como são os períodos em que o Foo Fighters decide se reunir para gravar um novo disco de estúdio:

É um processo de dois anos, e a gente já fez isso o suficiente para saber como acontece. É empolgante mas também é assustador. Então você respira fundo e se pergunta, ‘Estou pronto?’ Aí você garante que tudo está certo em casa e se segura esperando o furacão, porque as coisas ficam bem movimentadas.

Vale lembrar que antes do Foo Fighters o baixista Nate Mendel tocou em diversas bandas de punk e hardcore como Diddly Squat e Brotherhood, mas foi com o grupo de emo Sunny Day Real Estate que aos 24 anos ele e seus colegas chamaram atenção de diversos fãs de rock alternativo, inclusive Dave Grohl, que o recrutou após o fim da banda.

Em tempo, o Foo Fighters virá ao Brasil com o Queens Of The Stone Age para uma turnê em 2018.

Comentários