Yoko Ono finalmente recebe créditos de composição em “Imagine”, de John Lennon

A confirmação partiu de um próprio áudio de John Lennon afirmando que Yoko merecia créditos por ser co-autora da faixa

Sean Lennon e Yoko Ono
Foto: Reprodução / Instagram
 

A canção “Imagine”, de John Lennon, acaba de ser nomeada a “canção do século” pela National Music Publishers Association (NMPA) nessa última quarta-feira.

Junto do anúncio, a artista Yoko Ono, ex-mulher de Lennon, acabou finalmente recebendo créditos de co-autoria da faixa. Até essa semana, Ono possuía apenas créditos pela co-produção da canção, que foi lançada no álbum Imagine, lançado pelo ex-Beatle em 1971.

A cerimônia aconteceu em Nova York e contou com a presença de Ono e seu filho, Sean Lennon. Sean comentou sobre o momento para a Billboard:

Quando eles finalmente reconheceram — através da opinião do meu próprio pai — que minha mãe co-escreveu ‘Imagine’, a ‘canção do século’, talvez tenha sido o dia mais feliz tanto da minha vida como da vida da minha mãe.

O momento pegou a artista de surpresa: Ono não sabia que iria receber os créditos. Na ocasião, o presidente da NMPA colocou um áudio do próprio John Lennon, em uma entrevista para a BBC, afirmando que sua esposa merecia reconhecimento por tê-lo ajudado a escrever o hit. Veja uma breve transcrição da fala:

Na verdade, [a canção] deveria ser reconhecida como uma faixa Lennon-Ono por que muito dela — a letra e o conceito — vieram da Yoko. Mas, naquela época, eu era mais egoísta, mais ‘macho’, e eu meio que omiti a sua contribuição para a canção.

Mas foi tudo tirado de ‘Grapefruit’, o livro dela. Ele contém vários trechos sobre ‘Imagine isso’, e ‘Imagine aquilo’.

Após o evento, Sean Lennon postou uma foto sua ao lado de sua mãe e da artista Patti Smith. Junto, o músico compartilhou uma pequena declaração de gratidão sobre o momento especial, que você pode conferir logo abaixo.

Compartilhar

Comentários