Kim Burrell e Pharrell Williams
 

Hidden Figures é um filme da Fox que conta a história de Katherine Johnson, matemática que teve um papel essencial na missão Apollo 11 que enviou o homem à lua.

O longa terá uma trilha sonora de peso, sendo o carro-chefe a faixa “I See a Victory”, uma colaboração da cantora gospel Kim Burrell com Pharrell Williams. A dupla vem apresentando a faixa em vários programas de TV americanos, e essa semana iria tocar a canção juntos no programa de Ellen DeGeneres.

No entanto, ela foi retirada do cronograma do programa devido a comentários infelizes feitos durante um sermão numa igreja em Houston. Na ocasião, a cantora condenou o “espírito homossexual” para sua audiência.

O pervertido espírito homossexual é um espírito de desilusão e confusão que já enganou vários homens e mulheres. Ele causou uma tensão no corpo de Cristo.

Além disso, ela “profetizou” morte para homossexuais em 2017 e utilizou exemplos esdrúxulos do que ela (e por extensão, Deus) considera uma atitude pervertida.

Felizmente, seus colegas de trabalho não partilham das mesmas ideias. Participando – sozinho – do programa de Ellen, Pharrell condenou as atitudes de Kim e disse que o mundo atual não tem mais espaço para o preconceito. Janelle Monaé, que faz parte do elenco do longa, entrou em detalhes sobre os comentários de Kim através de seu Instagram.

Eu não deveria nem precisar postar isso já que vocês sabem minha posição nisso, mas caso não saibam, por favor, eu repudio qualquer tipo de comentário de ódio contra a comunidade LGBT. Além disso, eu acho que todos nós pertencemos à mesma comunidade, uma comunidade chamada humanidade. E hoje e amanhã e no dia seguinte eu irei continuar do lado de outras pessoas que também condenam quaisquer declarações e ações que procuram recusar a humanidade básica de nossos irmãos e irmãs.

Quem também fez breves comentários sobre a polêmica foi Katonya Breaux, mãe do cantor Frank Ocean. Ocean, que se declarou gay em 2012, convidou Burrell ano passado para participar de “Godspeed”, faixa presente no seu último disco de estúdio Blonde.

Filho, será que podemos tirar a voz da Kim Burrell de sua música?? Porra. Hipocrisia e incitação ao ódio me deixam fora do sério. Oportunista &?%#€!!

Logo abaixo você pode conferir o vídeo da participação de Pharrell no programa de Ellen DeGeneres, além do post de Janelle Monaé e os tweets de Katonya Breaux.

I shouldn't even have to post this as you guys should already know where I stand but If you do not pls know I unequivocally repudiate ANY AND ALL hateful comments against the LGBTQ community. In addition, I feel we all belong to the same community, a shared community called humanity. And today and tomorrow and the next day I will continue to stand with other like minded people who condemn any and all statements and actions that would seek to deny the basic humanity of our fellow brothers and sisters. We cannot sit Idly by nor will we speak silently when we are confronted with such violence against members of our community. I am personally beyond exhausted by the ignorance and bigotry living in some people. At times I want to punch and I want to slap a lot of people when I read and hear the shit that comes out their mouthes !!! I will rejoice when folks stop thinking they ARE GOD, Jesus' assistant, picking and choosing what "sins" are acceptable in the Bible, and using the Bible as a whip! WE can't afford anymore tearing down of our shared humanity. My advice: If your religion is causing you to spew out words of hate, judge, or look down on others because of who one loves then you need to change it. And fast. If the religion don't make you are more loving or better person, ditch it. But what do I know. My hope is that we ALL go into this new year considering for one moment that we don't have all the answers. My hope is that we become more understanding, less judgmental, more tolerate, and more patient with one another. Including me. HAPPY NEW YEAR. ??❤

A photo posted by Janelle Monáe (@janellemonae) on