Os Afro-Sambas
 

O ano era 1966. O Brasil era uma divisão de alegria pela Copa do Mundo da Inglaterra (que acabou sendo um pesadelo para a seleção dos sonhos) e ao mesmo tempo de tristeza, com a trágica instituição do AI nº3, que ampliava as eleições indiretas para cargos como Governador e Vice, além da nomeação de Prefeitos, tudo culminado com a eleição de Costa e Silva à presidência da República.

Por mais contraditório que pareça, esse deve ter sido o cenário perfeito para que a bossa nova, ritmo brasileiro que ganhava o mundo, desse lugar a outro ritmo forte brasileiro, a MPB, com a criação do mestre Vinícius de Moraes e de seu amigo e outro mestre Baden Powell: o disco Os Afro-Sambas que completa 50 anos com relançamento exclusivo em vinil pela NOIZE Record Club.

Misturando o samba carioca com o samba de roda do baiano Powell, a poesia de temas do candomblé e a percussão do atabaque e agogô o disco foi uma das grandes representações da música brasileira dos anos 60 e, com a tiragem especial da NOIZE Record Club, dá aos colecionadores uma chance de ter o trabalho em casa.

Para adquirir o seu, basta acessar esse link.