As identidades das vítimas fatais que não resistiram ao ataque terrorista no Bataclan, em Paris, começam a ser reveladas, e como era de se esperar muita gente ligada a música profissionalmente estava assistindo ao show do Eagles Of Death Metal naquela noite.

Além de Nick Alexander, que vendia merch para a banda, quem também foi morto com os disparos dos terroristas do Estado Islâmico foi Thomas Ayad, gerente internacional de projetos da Mercury Records, gravadora subsidiária da Universal Music.

Thomas estava no show com colegas de trabalho, e outro funcionário da Mercury que morreu por lá foi Manu Perez.

Na sua página do Facebook é possível ver uma foto do show, bem como outra que traz os ingressos e um agradecimento por eles justamente a Thomas Ayad.

ingressos-eagles-of-death-metal

Em seu perfil oficial no Twitter, o Presidente da Universal Music França e Vice Presidente da Universal Music Internacional, Pascal Negre, prestou homenagens a Thomas, Manu e mais uma funcionária chamada Marie, dizendo que a Universal Music está de luto.

Acompanhe os últimos acontecimentos relacionados ao ataque terrorista em Paris através da cobertura do TMDQA! clicando aqui.

eagles-of-death-metal-manu-perez