Fã de Avril Lavigne mata a própria mãe

Se você é daqueles que acreditam que os fãs de Avril Lavigne são só jovens inocentes de até 16 anos de idade, melhor pensar duas vezes. Em Illinois, um homem de 39 anos será julgado após dar nove facadas e matar a própria mãe.

O motivo? Ela não quis comprar para ele ingressos de um show da artista.

O incidente aconteceu em 2008, mas só agora Robert Lyons irá à corte. O acusado, que já apresentava um quadro psicológico de explosões de violência desde a adolescência, receberá a sentença na próxima semana. É esperado que ele cumpra a pena máxima do processo de homicídio de segundo grau ao qual responde: 20 anos de cadeia.

 

 

 
Compartilhar