Macklemore é comparado ao Rage Against The Machine
Fotos via Reprodução/Twitter

Muito conhecido pelos hits “Thrift Shop” e “Can’t Hold Us”, lançados ali no começo dos Anos 2010, Macklemore está de volta com uma canção que foi simplesmente comparada ao Rage Against The Machine – e por ninguém menos que Tom Morello, guitarrista da icônica banda.

Trata-se de “Hind’s Hall”, uma das primeiras grandes manifestações pró-Palestina em forma de música por parte de um artista de alta relevância dos EUA – no momento de publicação desta matéria, o rapper tinha cerca de 32,7 milhões de ouvintes mensais apenas no Spotify, e seus hits principais possuem bilhões de reproduções.

Macklemore faz manifesto pró-Palestina

A nova faixa de Macklemore tem uma pegada diss track, bem ao estilo do que Kendrick Lamar Drake têm feito nos últimos dias, como te contamos aqui. Até por isso, várias pessoas têm apontado que, enquanto o norte-americano e o canadense estão se atacando com as palavras dirigidas um ao outro, Macklemore estaria atacando “o verdadeiro inimigo”.

Logo no primeiro verso da música, ele diz:

  • The people, they won’t leave / What is threatenin’ about divesting and wantin’ peace? / The problem isn’t the protests, it’s what they’re protesting / It goes against what our country is funding (“As pessoas, elas não vão sair / Qual a ameaça de desinvestir [o dinheiro de Israel] e querer a paz? / Os protestos não são o problema, é o que eles protestam / Vai contra o que o nosso país está financiando”)
  • Block the barricade until Palestine is free (“Fechem as barricadas até a Palestina estar livre”)
  • When I was seven, I learned a lesson from Cube and Eazy-E / What was it again? Oh yeah, fuck the police (“Quando eu tinha sete anos, eu aprendi uma lição com Cube e Eazy-E / Qual era mesmo? Ah sim, foda-se a polícia”)

A letra continua absolutamente afiada do começo ao fim, com trechos como “Você pode comprar a Meta [empresa de Mark Zuckerberg], mas você não pode me comprar” e “O sangue está em suas mãos, [Joe] Biden, nós vemos tudo / E vá se foder, não vou votar em você no Outono”.

Tom Morello compara “Hind’s Hall” com Rage Against The Machine

Até o momento, “Hind’s Hall” só foi lançada nas redes sociais – e, apenas no X/Twitter, a música já tem quase 230 mil curtidas no momento de publicação desta matéria. Quando chegar ao streaming, segundo o rapper, todos os lucros da canção serão doados para a UNRWA, a Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina no Próximo Oriente.

Apesar de ainda estar a caminho das plataformas, o impacto da faixa já foi sentido e, como falamos acima, o próprio Tom Morello foi às redes para comentar o lançamento de Macklemore em tom elogioso:

Pra falar a verdade, ‘Hind’s Hall’ do Macklemore é a música mais Rage Against The Machine desde o Rage Against The Machine.

Vale lembrar que o próprio Tom usou seu espaço durante a indução do RATM no Hall da Fama do Rock and Roll para pedir cessar-fogo, e o vocalista do grupo, Zack de la Rocha, foi visto em protestos pró-Palestina por volta da mesma época (relembre pela foto acima ou clicando aqui).

Quem sabe no futuro não rola uma versão em colaboração desses dois gigantes? Você pode ouvir a música abaixo, bem como conferir a letra traduzida na íntegra!

Letra traduzida de “Hind’s Hall”, do Macklemore

As pessoas, elas não vão sair
Qual a ameaça de desinvestir e querer a paz?
Os protestos não são o problema, é o que eles protestam
Vai contra o que o nosso país está financiando
(Hey) Fechem as barricadas até a Palestina estar livre
(Hey) Fechem as barricadas até a Palestina estar livre
Quando eu tinha sete anos, eu aprendi uma lição com Cube e Eazy-E
Qual era mesmo? Ah sim, foda-se a polícia

Atores usando distintivos e protegendo propriedades
E um sistema que foi pensado pela supremacia branca
Mas as pessoas estão nas ruas
Você pode comprar a Meta, mas não pode me comprar
Políticos que servem de qualquer jeito
AIPAC, CUFI, e todas as empresas
Veja só, nós vendemos o medo aqui na terra da liberdade
Mas essa geração está prestes a cortar o mal pela raiz
Você pode banir o TikTok, nos tirar do algoritmo
Mas é tarde demais, nós vimos a verdade, nós somos testemunhas
Vimos os destroços, os prédios, as mães e as crianças
E todos os homens que vocês assassinaram, e vimos como vocês transformaram isso
Quem tem o direito de defender e quem tem o direito da resistência
Sempre foi uma questão de dólares e a cor do seu pigmento, mas
A supremacia branca finalmente está sendo atacada
Gritando “Palestina livre” até eles finalmente voltarem pra casa

Nós vemos as mentiras neles
Dizendo que é antissemita ser anti-sionista
Eu vi irmãos e irmãs judeus por aí andando em
Solidariedade e gritando “Palestina livre” com eles
Organizando, desconstruindo e finalmente cortando laços com
Um estado que precisa de um sistema apartheid
Para manter uma ocupação violenta
A história está se repetindo pelos últimos setenta e cinco
O Nakba nunca acabou, o colonizador mentiu
Se estudantes em barracas colocados no gramado
Ocupando os quadrangulares é realmente contra a lei
E um motivo para chamar a polícia e seu esquadrão
Onde entra o genocídio nessa definição, hein? (Hey, hey)
Destruindo todas as universidades em Gaza e toda mesquita
Empurrando todo mundo para Rafah e jogando bombas
O sangue está em suas mãos, Biden, nós vemos tudo
E vá se foder, não vou votar em você no Outono
Não estou decidido
Você não pode distorcer a verdade, as pessoas estão aqui unidas
Não seja derrotado nunca quando a liberdade está no horizonte
E mesmo assim a indústria da música está quieta, cúmplice em sua plataforma de silêncio

O que aconteceu com o artistas? O que vocês têm a dizer?
Se eu estivesse em uma gravadora, vocês poderiam me demitir hoje
Eu estaria tranquilo com isso porque o coração alimentou o meu papel
Eu quero um cessar-fogo, foda-se a resposta do Drake
O que vocês estão dispostos a arriscar? O que vocês estão dispostos a dar?
E se você estivesse em Gaza? E se aqueles fossem seus filhos?
Se o Ocidente estivesse fingindo que você não existe
Você gostaria que o mundo se levantasse e os estudantes finalmente fizeram isso, vamos nessa

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! ALTERNATIVO

Clássicos, lançamentos, Indie, Punk, Metal e muito mais: ouça agora mesmo a Playlist TMDQA! Alternativo e siga o TMDQA! no Spotify!