Gloria e Max Cavalera
Reprodução/Instagram

Uma das maiores histórias do Metal nas últimas décadas é a de Gloria Cavalera, que foi empresária do Sepultura entre 1989 e 1996, ajudando a alavancar a carreira da banda internacionalmente.

Hoje com 69 anos, a esposa de Max Cavalera gerencia o Soulfly, atual grupo do marido, além de diversas instituições de caridade e, é claro, cuida da grande família que construiu ao lado ele.

Gloria deu uma extensa entrevista ao portal Loudersound em que falou sobre sua carreira na música, a história da mãe que sobreviveu a um campo de concentração nazista, a morte de um de seus filhos e muito mais.

A empresária também lembrou como conheceu a banda durante um show em Nova Iorque, em 1989. Segundo ela, a performance foi “brilhante”, mas eles erraram ao se definirem como um grupo de Death Metal:

Eu não pensava em fazer a banda explodir. Eu só queria melhorar o que eles já vinham fazendo. Na nossa primeira reunião, a primeira coisa que eu disse foi: ‘nunca, nunca mesmo repitam que vocês são uma banda de Death Metal, sejam apenas Metal’. Eles ficaram confusos, mas eu expliquei que tendências morrem, que eles deviam se apegar a algo sólido, não algo que dura apenas alguns minutos.

Gloria Cavalera não se importa de ser “Yoko Ono”

Outro grande momento da entrevista foi quando Gloria Cavalera falou sobre sua demissão do Sepultura, em 1996, quando os demais integrantes consideraram que apenas Max estava sendo ouvido nas decisões importantes. Na ocasião, o frontman também deixou o grupo e criou uma das maiores tretas da história do Rock Nacional.

Perguntada sobre qual seria o seu legado no Metal, Gloria disse ter receio de ser responsabilizada por isso, mas não se importa de ser comparada com Yoko Ono, ex-esposa de John Lennon:

Uma vez, uma jornalista me disse: ‘que pena que você vai ser lembrada por algo que você não fez’ [separar o Sepultura]. Isso me deixa um pouco triste às vezes. Em outra ocasião me perguntaram: ‘como você se sente de ser chamada de Yoko Ono?’. E eu disse: ‘você está brincando? Ser comparada com a mulher de um Beatle? Essa é a coisa mais espetacular do mundo!’. John Lennon era de longe o Beatle mais legal, e eu também acabei com um cara bem legal [risos]. Eu só espero ser lembrada como uma mulher que ajudou a trazer muita arte pra esse mundo.

Você pode conferir a entrevista de Gloria Cavalera na íntegra, em inglês, clicando aqui.

LEIA TAMBÉM: Max Cavalera diz que gostaria de reunir formação original de sua banda em 2023

I WANNA BE TOUR

Em poucos dias o Brasil receberá uma turnê incrível com gigantes do Emo e Rock Alternativo; garanta o seu ingresso por aqui!