Filipe Ret diz que Anitta é
Reprodução / Twitter

Filipe Ret, artista de destaque do Rap e Trap nacional, lançou seu novo álbum LUME na semana passada.

O ambicioso trabalho, que apresenta uma união de gêneros bem única e faixas com MC Maneirinho, MC Poze do Rodo e outros grandes artistas, também conta em sua tracklist com uma das músicas mais aguardadas pelos fãs: “Tudo Nosso”, gravada em parceria com Anitta.

Em Março deste ano, aliás, a dona de “Envolver” deixou Ret “rindo de nervoso” ao publicar em suas redes sociais um trecho da faixa inédita depois de ter exagerado um pouco na bebida.

Colaboração de Filipe Ret e Anitta

Em entrevista ao TMDQA!, o rapper carioca compartilhou alguns detalhes sobre como foi trabalhar com Anitta na faixa em que ela aparece cantando um Rap e um Trap, algo que é bastante novo em sua carreira, e não economizou elogios à artista e empresária. Ele declarou:

Foi muito bacana, cara. Ela é incrível, realmente a cabeça dela é uma cabeça que você sente que está sempre um pouco mais à frente. Ela teve todo o cuidado na hora de gravar, a gente regravou, e eu pedindo… Ela falou, né, quando a gente foi gravar o clipe… Só tem um clipe, que é o clipe com ela, e ela falou, ‘Você me ensinou Rap, agora eu vou te ensinar de vídeo’. E ela dá aula de vídeo. Dá aula legal! Ela conhece tudo, os ângulos, as câmeras, tudo.

Ret também destacou que a cantora conseguiu “levantar o clipe inteiro em três dias fazendo algumas ligações”. Ele disse que ficou responsável apenas por pagar os recursos utilizados no clipe e deixou que ela produzisse tudo, em seu tempo, pra que “ninguém perdesse tempo” e tudo acontecesse da melhor forma. Ele acrescentou:

É o famoso ela entregou tudo, tá ligado? [risos] Ela foi a mais participativa do disco. Também porque só ela teve clipe, mas eu imagino que se tivesse clipe com o Poze, com o Maneirinho, ninguém iria produzir igual ela produziu. [risos] Entendeu?

Ela é diferenciada mesmo. E tomou para ela a parada. Foi um pouco estratégico, óbvio, desde que eu escrevi para ela, eu pensei, ‘Ela precisa ser a pica da faixa’. Então eu abaixei a minha bola ali, cantei levinho, cantei suave, o mais suave possível, pra ela ser a agressiva. Eu não podia ser agressivo na faixa, se não não ia dar uma química de relevância pra ela, se ligou? Então isso foi planejado e deu certo, porque ela pegou pra ela mesmo a música e foi ótimo pra mim, pra nós. [risos]

No bate-papo exclusivo, o músico também falou sobre o momento atual do Rap e a união do Trap com o Funk que marca seu novo álbum. Você pode ler na íntegra aqui e, enquanto o clipe de “Tudo Nosso” não é liberado, aproveite para conferir o visualizer da parceria de Filipe Ret e Anitta no player abaixo.

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar