Oswaldo Montenegro
Crédito: reprodução

Ao participar do podcast Corredor 5, o cantor e compositor Oswaldo Montenegro elogiou a beleza estonteante que Kurt Cobain possuía mas, ao mesmo tempo, apontou contradições impostas pela aparência física do saudoso líder do Nirvana.

Na entrevista para Clemente Magalhães, Oswaldo disse que, apesar de não ligar para seu próprio visual, o fato de Kurt ter sido um homem muito bonito contrastava com a imagem “grunge” que o roqueiro queria passar (via IgorMiranda):

Ele fala que é grunge, diz que não quer saber da estética, fica com a camisa toda rasgada, com bota rasgada, não está nem aí. Só que ele é lindo de morrer. Há uma ilusão nisso. O Kurt era um puta compositor e tinha os olhos mais azuis que o Oceano Pacífico.

Continua após o vídeo

Oswaldo Montenegro e Kurt Cobain

Para o artista brasileiro, embora afirmasse que não estava nem aí para a estética – o que é algo fácil para quem tem a beleza em seu favor – a forma como Cobain se vestia não parecia fazer sentido.

Exagerou? Na conversa, Oswaldo ainda afirmou que o estereótipo do roqueiro “com cara de mau” já está ultrapassado:

O rock é mainstream já tem 40 anos. Até hoje as pessoas acreditam mesmo que o cara todo vestido de preto e olhando com cara de mau para foto é revolucionário? Pelo amor de deus! O Mick Jagger é um homem de negócios.

Assista ao episódio do podcast a seguir ou no YouTube!

LEIA TAMBÉM: Em 2011, Dave Grohl falava sobre o “milagre” de ter o Foo Fighters após o Nirvana

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!