Moïse Kabamgabe e Don L
Fotos via Reprodução/Twitter

A morte de Moïse Mugenyi vem sendo um dos assuntos mais comentados no Brasil nesta terça-feira (1) e o rapper Don L teve fortes palavras para descrever a barbárie.

Imigrante do Congo que morava no Brasil desde 2011, o jovem trabalhava no Quiosque Tropicália, perto do Posto 8, na Barra, e foi ao local cobrar algumas diárias às quais teria direito quando foi espancado e assassinado por diversos homens — entre eles, estaria inclusive o gerente do quiosque.

A situação causou indignação em boa parte da internet e Don L fez um ótimo trabalho em resumir a situação de forma inteligente:

Moïse fugiu do Congo devido ao neocolonialismo imperialista que provoca guerras para desestabilizar um país e manter o controle sob seus recursos naturais e seu povo, logo para o Rio ‘Ancapistão’ de Janeiro no Brasil neocolonial, laboratório neoliberal autoritário fascista. #JustiçaPorMoïse

Eu sinto muito por o Brasil ter se vendido como uma mãe pra essa nobre família. O Brasil não é uma mãe, é um senhor de engenho latifundário financeirizado à serviço do capital internacional.

Eu espero que um dia no lugar desse quiosque seja construído algo em memória de Moïse, com referência à Guerra do Congo, com referência ao que foi a barbárie do escravismo, do colonialismo e sua versão neoliberal capitalista no Brasil. E que assim seja com todas as mortes de lideranças camponesas e de trabalhadores pobres que tiveram mortes semelhantes longe dos centros urbanos (isso é algo tipo um por semana no Brasil).

Você pode ver as publicações do rapper ao final da matéria.

#JustiçaPorMoïse

A hashtag #JustiçaPorMoïse entrou nos Trending Topics do país, uma vez que as ações da polícia quanto ao crime estão sendo bastante questionadas pelas pessoas.

Há boatos de que a situação toda estaria ligada a milicianos do Rio de Janeiro e viaturas policiais chegaram a se posicionar ao redor do Quiosque Tropicália, mas o caso foi colocado em segredo e não há qualquer informação oficial sobre os suspeitos e/ou as possíveis consequências.

De acordo com a polícia, tudo está sendo investigado em sigilo. Resta torcer, de fato, para que Moïse receba a justiça que merece.

Don L

Em tempo, Don L foi o dono de um dos melhores discos nacionais de 2021 aqui no TMDQA! com Roteiro Pra Aïnouz, Vol. 2.

O rapper também foi eleito Artista do Ano pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes) nesta segunda-feira (31).

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!