Billie Eilish usa vestido de grife no Met Gala após marca encerrar o uso de pele animal em suas produções
Reprodução / Instagram
 

Billie Eilish encantou a todos com seu belíssimo look para estrear no Met Gala, que ocorreu no Metropolitan Museum of Art, em Nova York, na noite da última segunda-feira (13).

Porém, antes de concordar usar o vestido de tule nude assinado pela grife do famoso estilista Oscar de la Renta, a cantora estipulou uma condição: que a empresa parasse de vender produtos que utilizassem pele.

De acordo com o The New York Times (via Rolling Stone), os diretores criativos da grife, Fernando Garcia e Laura Kim, já estão há alguns anos sem criar peças utilizando peles após dizerem a Alex Bolen, presidente-executivo da marca, que não achavam o material relevante e apontarem outros motivos.

Apesar de Bolen ter discordado, ele definiu que o material não precisava ser utilizado nas passarelas. Porém, na época, a empresa continuou comercializando itens com pele em suas lojas mesmo após argumentações de Annette de la Renta, viúva de Oscar, e de Eliza Bolen, esposa de Alex.

A decisão só mudou realmente após Eilish, que é ativista vegana e dos direitos dos animais, impor sua condição para usar o vestido da grife na aclamada cerimônia. Ao The Times, Bolen declarou:

Eu pensei muito sobre o que Oscar disse – ele era um grande fã de peles, aliás – que a única coisa com que ele realmente se preocupava no mundo da moda era seu olho envelhecer.

Billie Eilish comentou com o portal que considera “chocante que usar pele não seja completamente proibido a esta altura em 2021” e disse:

Estou honrada por ter sido uma catalisadora e ter sido ouvida sobre este assunto.

Em sua conta do Instagram, a jovem cantora reforçou que a mudança realizada pela empresa causará “um impacto bem maior, não apenas para o animais, mas também para nosso planeta e meio ambiente”.

Ao final de sua mensagem, ela pediu para que todos os designers fizessem o mesmo e parassem de utilizar peles em seus produtos.

Confira abaixo algumas imagens de Billie Eilish no Met Gala.