Perry Farrell fala sobre vacina em entrevista
 

Por mais surreal que possa parecer, existem pessoas que rejeitam a vacinação contra a COVID-19.

E foi justamente sobre isso que Perry Farrell, membro fundador do Jane’s Addiction e criador do festival Lollapalooza, comentou durante entrevista ao Lipps Service With Scott Lipps.

O músico criticou as pessoas que não querem se vacinar contra o coronavírus ou que ainda têm dúvidas a respeito de serem vacinadas. Segundo estimativas, 25% da população nos Estados Unidos está hesitante sobre a vacinação.

Perry Farrell e a Vacina

“Eu fico meio chateado pelo fato de seres humanos não entenderem que eles precisam ser vacinados e botar máscaras no rosto, além de cumprir o distanciamento social para que nós possamos voltar aos negócios,” disse Perry.

Sim, sim, você pode exercitar seu direito como americano…Esse argumento é besteira, honestamente. Nós todos queremos voltar juntos ao que era antes, e vocês estão f***ndo tudo e tornando isso não impossível, mas bem mais complicado. É tudo que vocês estão fazendo. Se você realmente quer ser um camarada, vá tomar a po*** da vacina.

Farrell aproveitou o assunto para elogiar os esforços do presidente Joe Biden no sentido de incentivar os americanos a se vacinarem.

A Casa Branca está mandando muito bem. Vai acontecer, mas vai acontecer mais tarde do que poderia porque ainda existem pessoas que estão de sacanagem… Mas depois, eventualmente nós vamos conseguir, mas vai levar meses ainda até que eu possa me sentir melhor.

Continua após o vídeo

Vacina em números nos EUA

Até o momento, mais de 156 milhões de pessoas nos EUA receberam ao menos a primeira dose da vacina, enquanto 121 milhões de americanos estão completamente vacinados contra a COVID-19.

Uma pesquisa recente da NPR/Marist apontou que um em cada quatro americanos se recusa a ser vacinado. Outros 5% estão indecisos sobre receber ou não a vacina. A mesma pesquisa indica que 49% dos homens republicanos não aceitariam ser vacinados quando pudessem.

Embora a vacina contra a COVID-19 tenha sido produzida em caráter emergencial em meio à crise de saúde pública, cientistas garantem que os estudos não foram feitos de forma apressada, sendo baseados em anos de pesquisas.

As principais vacinas disponíveis no território americano têm eficácia de 95% contra o coronavírus.

Imagina o que diria Perry Farrell se ele morasse aqui no Brasil, hein?

LEIA MAIS: James Hetfield (Metallica) diz que “não sabe” se irá se vacinar contra a COVID