DMX
Foto do rapper DMX via Shutterstock
   

É, infelizmente, não teve jeito. DMX, lendário rapper responsável por hits como “X Gon’ Give It To Ya” e “Party Up”, morreu nesta sexta-feira, 9 de Abril, aos 50 anos de idade.

A notícia foi dada por diversos portais e é o resultado de um ataque cardíaco sofrido pelo rapper por conta de uma overdose acidental. Ele ficou 30 minutos sem respirar e passou dias em coma, com a decisão tendo provavelmente partido da família para desligar seus aparelhos após seis dias seguidos sem apresentar funções cerebrais.

O músico, cujo nome verdadeiro é Earl Simmons, nasceu e cresceu em Nova York e sempre se viu associado à poderosa cena local, em especial nos anos 90. Em comunicado, sua família escreve:

Earl foi um guerreiro que lutou até o fim. Ele amava sua família com todo seu coração e nós temos muito carinho pelo tempo que passamos com ele. A música de Earl inspirou incontáveis fãs ao redor do mundo e seu legado icônico continuará vivo para sempre. Nós apreciamos todo o amor e apoio durante esse tempo incrivelmente difícil.

A gravadora associada ao rapper, a Def Jam Records, também deixou uma mensagem emocionante:

DMX foi um artista brilhante e uma inspiração para milhões ao redor do mundo. Sua mensagem de triunfo sobre a luta, sua busca pela luz ao invés da escuridão, sua procura pela verdade e pela graça nos colocou mais próximos de nossa própria humanidade. Nossos pensamentos e orações estão com sua família e com todos aqueles que o amavam e foram tocados por ele.

DMX

Com sucesso estrondoso nos Anos 90, DMX lançou um total de sete discos de estúdio. O mais recente foi Undisputed em 2012, mas ele não parou de fazer músicas — em 2015, o álbum Redemption of the Beast chegou a ser lançado mas sem a autorização do rapper.

No total, ele levou cinco de seus discos ao 1º lugar das paradas dos EUA.

Que descanse em paz e obrigado por tudo!

 
 
Compartilhar