Foo Fighters
Foto: Divulgação / Exclusiva para o TMDQA! no Brasil
 

Quem é bastante fã do Foo Fighters já sabe que, durante a gravação de One by One em 2002, a banda quase chegou ao fim.

No documentário Back and Forth, de 2011, Dave Grohl conta que o grupo entrou em crise naquele ano, ainda mais após ele se juntar ao Queens of the Stone Age como baterista.

Agora, em entrevista a Zane Lowe, Grohl falou um pouco sobre o período complicado:

Estávamos fazendo aquele álbum e simplesmente não estava dando certo, por algum motivo. As gravações não eram o que queríamos, o entusiasmo não estava ali…

Chris Shiflett, que havia acabado de se tornar guitarrista da banda, também conta que foi tudo “muito confuso”, e que achou que o grupo ia acabar ali mesmo. Já Taylor Hawkins, baterista, contou um pouco sobre “Times Like These”, o maior hit do disco:

Eu pensei que a banda iria se separar e é engraçado você citar essa música, porque eu me lembro… Acho que literalmente a primeira vez que a tocamos foi em um ensaio depois da turnê do Queens of the Stone Age. E foi realmente aí que todos nós tivemos uma grande discussão, foi talvez o mais perto que a banda realmente chegou de se separar.

Mas não aconteceu.

Hawkins ainda falou que os integrantes se incomodaram com a “indecisão” de Dave sobre estar no Foo Fighters ou no Queens of the Stone Age. Isso, entre outros motivos, gerou uma briga bem feia entre os dois.

Ele completa:

E então nós pensamos, ‘Ok, bem, temos que terminar este álbum’. Dave literalmente teve, tipo, uma semana antes de entrar em turnê com o Queens of Stone Age. E então ele veio à minha casa, fizemos algumas demos. Fizemos uma que foi ‘Times Like This’. Aí pensamos, ‘Bem, essa é uma ótima música’.

E o resto é história! Confira a entrevista abaixo.

 
 
Compartilhar