James Hetfield (Metallica)
Foto: Jimmy Hubbard
 

Na véspera do Ano Novo de 1985, o Metallica fez um show que ficaria marcado para sempre na história da banda.

Foi em San Francisco, no Civic Auditorium, que o quarteto se apresentou para o que seria na época seu maior show — com direito ao Exodus (ex-banda de Kirk Hammett) e o Metal Church na abertura. A quarta banda seria o Anthrax mas, de última hora, um cancelamento fez com que o Megadeth acabasse sendo escalado.

Claro que isso implicava a presença de Dave Mustaine, ex-guitarrista do grupo que foi demitido e nunca escondeu que passou anos com raiva dos antigos companheiros.

Durante a performance, os caras tiveram uma surpresinha para (intencionalmente ou não) deixar Mustaine bem mordido: foi naquela noite que eles estrearam o mega sucesso “Master of Puppets”, canção que definitivamente elevou o Metallica a outro patamar.

O show já tinha começado com nada menos que uma sequência de “Creeping Death”, “Ride the Lightning” e “No Remorse” quando James Hetfield se dirigiu à plateia avisando que eles iriam tocar uma novidade. Presente na ocasião, o autor Ron Quintana relatou em seu livro Back to the Front, que conta a história do disco Master of Puppets:

Eu acho que a maioria dos fãs tinha ‘bootlegs’ da demo, mas ouvir a canção ao vivo foi incrível. A plateia ficou insana. Seis mil metaleiros bêbados estavam dançando e se batendo. Havia sangue, cerveja e suor voando por todo lado. Foi verdadeiramente incrível — toda essa enorme cena local enchendo um dos maiores lugares disponíveis.

Foi a coroação do Metallica. Eles haviam voltado do exterior para estabelecer um reinado. O mais engraçado é que muitos de nós vimos aquele show como o ápice. Ninguém percebeu que era só o começo.

De fato, é difícil imaginar uma ocasião atualmente em que o Metallica tocaria para “apenas” seis mil pessoas! Felizmente, há um registro em áudio dessa performance e você pode conferi-lo logo abaixo.

Primeiro registro do Metallica tocando “Master of Puppets”