Jon Bon Jovi aconselha jovens artistas
Reprodução / YouTube
   

Jon Bon Jovi participou da série de entrevistas Mavericks With Ari Melber, do canal americano MSNBC.

Em um bate-papo de meia hora, o artista falou sobre sua carreira, seus sucessos e também as músicas mais recentes lançadas no ano passado que abordam a COVID-19 e as manifestações do movimento Black Lives Matter.

Durante a conversa, Jon Bon Jovi foi questionado sobre os conselhos que ele daria para a nova geração de artistas e acabou lembrando de como conseguiu colocar sua primeira música em uma rádio de Nova York (via Blabbermouth).

Eu consegui um contrato com uma gravadora de uma maneira tão única que não sei como fui tão esperto para pensar nisso. Eu pensei. ‘Quem é o homem mais solitário no ramo da gravação?’. E minha resposta para mim mesmo foi: ‘O DJ de rádio’.

Então, fui e bati na porta de uma nova estação de rádio que, felizmente para mim, era tão nova, que não tinha uma recepcionista. E o DJ me disse para esperar um minuto, porque estava no ar. Ele saiu no intervalo comercial, e eu disse que precisava falar com ele. Eu tinha algumas músicas, uma das quais era ‘Runaway’.

Ele me disse: ‘Fique por aqui até eu sair do ar. Podemos conversar.’ E conversamos. Eventualmente, essa música chegou às rádios em Nova York – sem banda, sem contrato de gravação, sem empresário, sem nada. Um garoto de 20 anos bateu na porta.

O músico apontou que hoje em dia os artistas precisam encontrar suas próprias maneiras de se destacarem já que a internet acaba possibilitando que mais pessoas consigam expor seus talentos.

Agora, analisando 37 anos depois, a molecada tem a Internet, então os jovens têm que encontrar suas próprias maneiras de reinventar a roda.

Elas têm que pensar em algo que seja único para se destacarem. Porque há muitos outros jovens talentosos e um monte de outros talentosos compositores nas ruas. Para se diferenciar, você tem que pensar diferente. Então vá e faça o que fiz 37 anos atrás e encontre o seu próprio DJ, encontre o seu caminho. Isso pode acontecer.

O líder do Bon Jovi ainda alertou os jovens músicos a não serem influenciados pelos “modismos”. Segundo ele, quando alguém se atualiza sobre algo que está na moda, a tendência já mudou.

Você tem que ser você mesmo. É por isso que você não me vê fazendo colaborações com caras do rap e caras pop e bandas dançantes, porque a menos que você seja fiel a quem você é, não vai ressoar – vai ser só uma moda, e vai estar lá por um momento.

Jon Bon Jovi

Em Outubro do ano passado, o cantor americano lançou o álbum 2020, que conta com duas faixas atualizadíssimas que abordam acontecimentos que ocorreram ao longo do último ano.

O single “American Reckoning” reflete sobre as mudanças na sociedade após os casos de racismo e violência policial nos Estados Unidos, como o de George Floyd, ouça aqui.

E a outra faixa de destaque é “Do What You Can”, que trata sobre a pandemia do novo coronavírus e ganhou um clipe mostrando Jon Bon Jovi andando pelas ruas vazias de Nova York, veja aqui.

Assista ao vídeo completo da entrevista da série Mavericks With Ari Melber abaixo.

   
 
Compartilhar