Bon Scott e Brian Johnson, do AC/DC
Fotos via Wikimedia Commons
 

Há um eterno debate entre os fãs do AC/DC que se dividem entre aqueles que preferem a fase da banda com Bon Scott e aqueles que se acostumaram de vez com Brian Johnson e até chegam a preferi-lo.

Toda a discussão de tantos anos talvez seja à toa, como descobrimos em uma entrevista recente de Angus Young para uma rádio (via Blabbermouth). O guitarrista explicou como o próprio Bon comentou sobre o talento de Brian:

O Bon esteve em uma banda que fez uma turnê no Reino Unido, e eles estavam abrindo para a banda que o Brian estava, que era uma banda chamada Geordie. De toda forma, eles estavam lá fazendo os shows e, conforme o Bon contou a história, ele dizia que estava ouvindo o Geordie tocar e escutando o Brian, e aí ele ouviu esse grito. Ele disse que soava ótimo — ele disse que soava como se o Little Richard estivesse no palco.

Ele disse que o cara [estava] uivando e gritando. E aí ele disse que ele viu o cara no chão. Bon achou ótimo — era a melhor apresentação que ele tinha visto, e [o melhor] vocalista, em um bom tempo. Mas o que ele não sabia e descobriu depois [é que] o Brian teve um ataque de apendicite. Mas o Bon achou que era parte da performance. Ele pensou, ‘Esse cara é incrível. E ele ainda estava atingindo essas notas agudas.’

Já pensou?!

AC/DC, Brian Johnson e Bon Scott

Vale lembrar que o próprio Brian já havia contado essa história em uma entrevista de 2011 com o New York Post. Nas palavras dele:

Eu conheci o Bon em 1973 ou 1974. A banda dele estava abrindo para a minha banda, Geordie. Eu tive um caso terrível de apendicite e eu caí de lado, chutando e ficando tipo, ‘Aah!’ Mas eu continuei cantando. Aparentemente, ele contou para os rapazes quando entrou no AC/DC, ‘Eu vi esse tal de Brian Johnson cantar e ele foi ótimo. Ele estava no chão, chutando e gritando — que performance!’ Claro, não era uma performance. Eu estava realmente doente.

Ô apendicite que valeu a pena, hein? Se não fosse por isso, talvez Brian nunca tivesse ido parar em uma das bandas mais lendárias do Rock and Roll. Logo abaixo você pode conferir o papo de Angus na íntegra em vídeo.

 
Compartilhar