Reprodução / Instagram @omagodopop
 

O Sampleado, podcast do TMDQA! sobre a cultura hip-hop, soul e da discotecagem, está resgatando a história de Robson Jorge e Lincoln Olivetti, a maior dupla de instrumentisas e arranjadores do país.

Juntos, eles lançaram o clássico disco homônimo de 1982, que conta com músicas com levadas e qualidade impressionantes, como “Ginga” e “Aleluia”, e também integraram a banda de estúdio de discos de Rita Lee, Jorge Ben Jor e Marcos Valle, entre muitos outros.

O primeiro episódio do podcast (ouça no fim desta matéria) conta exatamente como cada um se formou na música e o momento em que se encontraram, em uma sessão de gravação da cantora Cláudia Telles.

Na segunda parte do especial, destacamos alguns sucessos da MPB que tiveram autoria ou arranjo de Lincoln Olivetti, especialmente no auge da mistura entre pop, rock e soul no Brasil, nas décadas de 70 e 80, gêneros que eram especialidades do músico.

Entre elas estão “Pai” (1979), de Fábio Jr., “Não Vá” (1980), de Tim Maia, “Palco” (1981), de Gilberto Gil, “Olhos Coloridos” (1982), de Sandra de Sá, “Amor Perfeito” (1986), de Roberto Carlos, “Deslizes” (1987), de Fagner, “Adoleta” (1998), da Xuxa, e “All Star” (2002), de Cássia Eller.

Playlists reúnem o trabalho do “mago”

Essas e muitas outras músicas foram reunidas pela filha do “mago do pop”, Mary Olivetti, que foi entrevistada para o terceiro podcast, que estará no ar dia 24 de fevereiro. Você pode ouvir e seguir as playlists logo abaixo, e em seguida ouvir os episódios do Sampleado.

Para conhecer outros programas do podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!, procure por nós nos aplicativos de podcast, siga no Instagram @podcasttmdqa e deixe seu comentário. Toda quarta e sexta-feira tem programa inédito no seu feed.