The Beatles e
Reprodução/YouTube
 

É verdade que os Beatles têm inúmeras linhas marcantes em todos os instrumentos que já utilizaram, mas a incrível “In My Life” é um caso à parte.

Isso porque a canção tem um solo de piano que foi composto pelo sempre ótimo George Martin, conhecido por muitos como o Quinto Beatle por suas contribuições incontáveis à carreira do quarteto de Liverpool.

Esse pedaço em questão ainda chama atenção pela forma como foi gravada. Por sugestão de John Lennon, Martin compôs a linha que tem forte influência do período Barroco, com uma inspiração especial em Johann Sebastian Bach.

Só tinha um problema com tudo isso: Martin não conseguiu tocar a peça do jeito que queria. A ideia é que o solo fosse bem rápido, como hoje podemos ouvir na versão clássica da música, e portanto a solução foi usar uma velha manha da indústria na época.

George gravou a linha do jeito que conseguiu mas deixou a fita em metade da sua velocidade normal, para que quando fosse executada atingisse o tempo que ele queria. Além de tudo, ainda acabou criando um timbre extremamente único que lembra muito um cravo.

Curioso para saber como soava a gravação crua? É só dar o play no vídeo a seguir — se quiser conferir que realmente é assim que a mágica acontece, é só colocá-lo para ser reproduzido na velocidade 2x e comparar com o original!

The Beatles e o piano de “In My Life”