Jimmy Page
Foto via Wikimedia Commons
 

Há quase exatos 40 anos, em 4 de Janeiro de 1981, Jimmy Page fazia seu primeiro ensaio após o triste fim do Led Zeppelin.

Como você já deve saber, a morte de John Bonham obrigou o grupo a anunciar o encerramento de suas atividades de maneira prematura. Os primeiros anos foram difíceis, mas Page relembrou em uma publicação no seu Facebook qual foi o “melhor remédio” que poderia ter para tudo isso: um ensaio.

E não foi qualquer ensaio. O cara foi convidado por Chris Squire Alan White, à época a “cozinha” do Yes, para um projeto que foi intitulado XYZ. As gravações nunca chegaram ao público, mas ele explicou como isso foi positivo para sua vida:

A primeira vez que eu toquei depois do fim do Led Zeppelin foi com o Chris Squire e o Alan White — a seção rítmica do Yes. Eles entraram em contato e disseram que tinham algum material e eu disse que eu tinha um estúdio. Foi o melhor remédio que eu poderia ter tido naquele momento e eu sabia que tocar com eles poderia ser bastante desafiador, sabendo da qualidade e da precisão da música que eles haviam estabelecido com o Yes.

De fato, a combinação de nós três se provou substancial.

Chris havia nos provido com baixo, piano e vocais, com o Alan nos backing vocals e bateria. Chris até tinha um nome para a banda — XYZ — e eu acredito que eles esperavam que o Robert Plant daria uma escutada mas eu acho que ele estava ocupado. E a festa acabou. De toda forma, a música que estava pronta naquele momento era realmente boa.

Page chegou a compartilhar momentaneamente um trecho dessa composição, mas ela já saiu do ar.

Jimmy Page e o XYZ

Felizmente, em um trecho de seu novo livro Jimmy Page: The Anthology, o guitarrista conta que a canção acabou virando “Fortune Hunter”, lançada com o supergrupo The Firm alguns anos depois. No entanto, diz que nem tudo ficou como era antes:

Chris e Alan me mantiveram ocupado, porque eles tocavam com tanta precisão e inventividade. O material deles veio de uma tangente totalmente diferente do que eu estava acostumado. Eu realmente curti ser testado dessa forma com o material característico deles.

Que fique registrado, quando eu tentei com eles o que viria a ser ‘Fortune Hunter’, eles levaram um tempinho para aprendê-la, então eu acho que eles estavam sendo testados, também, com o meu material característico. Foi uma ótima fusão entre três músicos. Eu curti bastante toda a experiência com eles.

Eu subsequentemente gravei alguns overdubs nas peças que nós gravamos. Infelizmente, nada disso saiu até agora. Talvez vá algum dia.

Por enquanto, você pode ouvir “Fortune Hunter” logo abaixo e ver a publicação original de Page por aqui.

   
Compartilhar