Green Day e The Offspring
Fotos via Wikimedia Commons

Para muita gente, os anos 90 representam um dos últimos grandes respiros do Rock and Roll e isso veio com força no movimento Punk, representado por bandas como Green DayThe Offspring.

A cantora K. Flay é uma das que se viu fortemente influenciada por esses grupos e resolveu prestar uma homenagem a eles, principalmente depois de ter atraído a atenção do meio quando participou de The Atlas Underground, disco solo de Tom Morello lançado em 2018.

Com forte pegada Indie Pop e às vezes até se aproximando do Rap, Flay não teve medo de transformar completamente os clássicos “Brain Stew” e “Self Esteem”, e ainda sobrou espaço para encaixar o hit “Break Stuff”, do Limp Bizkit.

As versões fazem parte de seu novo EP, Don’t Judge a Song by Its Cover, e você pode ouvir todas ao final da matéria. Mas antes, uma explicação sensacional da artista (via Loudersound):

Eu queria colocar essas três músicas em um contexto totalmente novo e realmente expor a vulnerabilidade das letras. Cada uma das covers é uma reimaginação de um hit do Rock anos 90 que era pesado, agressivo e cantado por um homem. Mas quando você os disseca, eles são SUPER EMOTIVOS. Então isso sou eu celebrando uma era que teve uma influência gigante na minha carreira, e meio que escavando a emoção que eu encontrei nessas canções icônicas.

Bom, dê o play a seguir e veja o que acha! Por aqui, curtimos bastante.

K. Flay e as incríveis versões Indie de clássicos Punk

 
Compartilhar