Carol Biazin
Foto: Divulgação
 

A cantora Carol Biazin, um dos maiores nomes da nova geração do pop brasileiro, disponibilizou recentemente o seu disco de estreia Beijo de Judas. O disco conta com dez faixas, incluindo participações com Luísa Sonza, Vitão e Gloria Groove.

Após os singles prévios “Sempre Que Der” e “Desgrama“, Carol tem foco agora na faixa-título, que veio acompanhada de um belo clipe dirigido e produzido por Mário E Amorinpublic.

Os mais atentos repararão que nem todas as faixas estão disponíveis. Trata-se de uma estratégia de lançamento diversificada, em que as músicas estão sendo lançadas aos poucos. É um formato inédito e criativo.

 

Luaz

Luaz
Foto: Reprodução / Instagram

A banda potiguar Luaz mistura elementos acústicos com beats e arranjos indie em seu novo single “Não Vou Carregar Essa Culpa“. É passo inicial de uma nova fase para o grupo, sendo o primeiro lançamento desde o disco de estreia Aram, de 2018.

A letra, que passeia sobre o cativante instrumental, também merece atenção. Ao invés de simplesmente retratar a temática corriqueira dos relacionamentos amorosos, “NVCEC” analisa tudo isso sob um olhar de responsabilidade, dando foco total no amor próprio. “Eu precisava olhar bem mais de perto, atravessar o meu peito deserto. Virar enchente e dizer que não preciso mais de você”, diz a canção

Confia abaixo o clipe oficial, dirigido por Rodolfo Rodrigues.

 

Gaby Amarantos

Gaby Amarantaos, Ney Matogrosso e Urias
Foto: Rodolfo Magalhães

Intensidade amorosa em meio ao caos é o tema principal de “Vênus em Escorpião“, novo single de Gaby Amarantos que conta com as participações especiais de Ney Matogrosso e Urias. Sobre isso, ela conta:

Achei que a música tem a energia de Urias e sou fã do Ney. Fico muito feliz em ver 3 gerações da música nessa canção, essas maravilhas que o featuring nos proporciona.

A composição é assinada por Gaby, Jaloo e Lucas Estrela, três nomes fortíssimos na atual cena da música paraense. Ao mesmo tempo, de forma bem-humorada, a música aproveita para fazer críticas às agressões constantes ao meio ambiente. Isso fica claro no videoclipe oficial, dirigido por Thiago Freire.

 

Igor

igor
Foto: Divulgação

O cantor, compositor, youtuber e streamer LGBTQIA+ mineiro Igor lançou recentemente seu single de estreia, intitulado “O Feitiço Voltou“. Mesclando dark-pop com indie, a canção versa sobre relacionamentos abusivos que não se restringem aos amorosos.

Reforçada por uma potente identidade visual em tons de vermelho e preto, a canção destaca em sua letra a ideia da falta de simultaneidade, em que uma pessoa precisa da outra, mas isso não se aplica em vice-versa. Quando o protagonista se recupera do abalo emocional, a pessoa tenta novamente se inserir em sua vida. Dentro disso, também se aplica a ideia de carma.

Abaixo, você confere o lyric video da música:

 

Tartamudo

O duo brasiliense Tartamudo, formado pelos multi-instrumentistas Wilton Rossi e Zepedro Gollo, disponibilizaram recentemente o EP Respiro. O trabalho explora camadas proporcionadas pela ambientação da música eletrônica, permitindo experimentações sonoras singulares.

No entanto, diferente do EP de estreia Apneia, também lançado este ano, o novo material dá menos ênfase no peso e se faz a partir de ritmos mais lentos. As quatro faixas vão de criações ruidosas e distorcidas a melodias sensoriais e imersivas, tudo de maneira bem climática. A experiência da dupla com diversas outras formas de expressão de arte, como cinema, dança e literatura, ajuda a criar essa profundidade.

“A verdade é que nós fazemos rock como se fôssemos artistas de música eletrônica, fazemos música eletrônica como se fôssemos artistas de uma banda de rock”, destaca a dupla sobre sua sonoridade, influenciada por nomes como The Velvet Underground, Philip Glass e Kraftwerk.